A Utilização de Desenhos Animados na Cultura Visual na Educação Infantil

Caroline de Souza Gervazio, Luciana Figueiredo Lacanallo, Maria Ângela Garcia de Almeida

Resumo


Destaca-se a preocupação com os desenhos animados, pois se sabe que por meio das imagens as crianças constroem significados. O principal objetivo deste estudo foi investigar se existe interferência dos desenhos animados na cultura visual em crianças na educação infantil buscando posteriormente identificar estratégias para utilização de recursos visuais no processo de ensino. Para que pudéssemos perceber se existe a influência de desenhos animados na educação infantil foi realizado um trabalho com crianças de quatro e cinco anos numa creche municipal na cidade de Maringá. As crianças foram divididas aleatoriamente em dois grupos, denominados de grupo experimental e grupo controle. Os participantes do grupo experimental assistiram aos desenhos da “Branca de Neve e Hércules” enquanto o grupo controle desenvolvia outras atividades relacionadas à pesquisa. Foram realizadas entrevistas para que pudéssemos complementar a investigação. Com a pesquisa, percebeu-se que os desenhos animados podem interferir na cultura visual na educação infantil, criando estereótipos nas crianças. Portanto, cabe aos professores discutirem os filmes e desenhos assistidos, apontando e discutindo ideias, conceitos e opiniões que possam ser elaboradas a partir deles a fim de que se evitem esteriótipos, preconceitos e rótulos que, muitas vezes, impedem a formação de significados e o entendimento da realidade social.

Palavras-chave


Aprendizagem; Ensino de Artes; Educação.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Iniciação Científica Cesumar
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9192 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1518-1243 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.