Fungitoxicidade do Óleo Essencial de Baccharis dracunculifolia (DC.) sobre Colletotrichum gloeosporioides (PENZ.)

Lucimar Pereira Bonett, Cássia da Silva Cerri

Resumo


A antracnose causada pelo fitopatógeno Colletotrichum gloeosporioides ocasiona grande perda econômica em frutíferas de cultivos tropicais como o abacateiro Persea americana Miller, este patógeno afeta, principalmente, os frutos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a fungitoxicidade do óleo essencial de Baccharis dracunculifolia sobre o fitopatógeno C. gloeosporioides, obtido do fruto do abacateiro com sintomas de antracnose. Para a extração do óleo essencial folhas frescas de B. dracunculifolia foram coletadas no Campus da Universidade Paranaense. O óleo foi extraído pelo método de hidrodestilação, armazenado em vidro âmbar, mantido sob refrigeração a 8ºC. O fungo C. gloeosporioides foi obtido por meio de coletas a campo de frutos contaminados. O isolamento do foi feito em meio BDA até as culturas ficarem monospóricas. Para o ensaio biológico, verteu-se o meio BDA em placas de petri, utilizando-se alíquotas de 5µL, 20µL, 35µL, 50µL, 65µL e 80µL, espalhado-as sobre o meio com auxílio da alça de Drigalski, a seguir, um quadrado de 7mm², contendo o micélio do fungo, foi adicionado ao centro das placas. O delineamento foi inteiramente casualizado com três repetições. Constatou-se inibição em todas as concentrações, no entanto na concentração de 80µL o índice de crescimento micelial foi menor e como consequência maior inibição sendo, estatisticamente igual à testemunha relativa (fungicida), com médias de 2,761mm e 2,525mm, respectivamente.

Palavras-chave


Óleo Essencial; Baccharis dracunculifolia; Colletotrichum gloeosporioides.

Texto completo:

Artigo_pdf


Iniciação Científica Cesumar
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9192 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1518-1243 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.