Cooperação e Conflito em Redes Sociais na Internet

Iky Anne Fonseca Dias, Antônio Marcus Lima Figueiredo

Resumo


Rede social é um conjunto de relações interpessoais composta por dois elementos básicos: os atores sociais, os nós da rede, e as conexões entre eles. A estrutura da rede é dinâmica, transformada por padrões de interação emergentes. Diversos sites funcionam como base para a constituição de redes sociais, contudo, as que se formam em torno do compartilhamento de música gospel no Multiply possuem muitas especificidades que nos motivaram a optar pelo estudo de caso. A partilha de músicas neste site acontece em meio a relações de cooperação e conflito que se estendem além do ciberespaço, afetadas diretamente pelas diretrizes religiosas dos participantes. Analisamos a cooperação manifesta na troca de saberes e músicas a partir do estudo de bens não rivalizantes, cultura do dom e inteligência coletiva. O compartilhamento provoca conflitos com a indústria fonográfica que se reflete em ações contínuas do Multiply para impedir tal prática, sempre respondida com ações desviantes dos interagentes. Trazemos para o debate a distinção conceitual entre poder da comunicação e da informação. Comprovamos que a indissociação entre cooperação e conflito é essencial para as transformações no campo comunicacional, econômico, organizacional e social fomentadas pela intersecção entre os aspectos humanos e tecnológicos na interação mediada por computador.

Palavras-chave


Internet; Interação; Transformação.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Iniciação Científica Cesumar
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9192 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1518-1243 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.