Capacidade Inovadora em Empresas do Setor de Tecnologia da Informação

Giacomo Alberto Delafiori, Simone Regina Didonet, Ana Maria Machado Toaldo

Resumo


A pesquisa teve por objetivo caracterizar a Capacidade Inovadora de empresas do setor de Tecnologia da Informação. A partir deste, a pesquisa buscou uma abordagem pautada em caracterizar o setor de tecnologia da informação e identificar os elementos que definem a capacidade inovadora nas empresas pesquisadas. Utilizou-se o modelo de capacidade inovadora de Hii e Neely (2000) que contempla quatro variáveis: (1) cultura voltada à inovação; (2) recursos físicos, humanos e organizacionais adequados; (3) capacidades (competências) para coordenar e implantar recursos; (4) conexões (networking) de valor com consumidores, fornecedores e parceiros estratégicos. A pesquisa foi do tipo descritivo-qualitativa, sendo realizados estudos de casos em uma micro (Empresa Y) e em uma pequena empresa (Empresa X), ambas empresas produtoras de software. Os dados foram analisados por meio de análise de conteúdo. Por meio da pesquisa verificou-se em ambas as empresas a existência das variáveis do modelo discutido, porém elas se apresentaram em graus de percepção diferentes.

Palavras-chave


Capacidade Inovadora; Competências; Cultura; Networking; Recursos.

Texto completo:

PDF


Iniciação Científica Cesumar
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9192 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1518-1243 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.