Crenças de Crianças e Professoras sobre a “Boa Professora”

Cynthia Lais Ignachewski, Ana Priscila Batista

Resumo


A escola é um dos locais onde as crianças passam grande parte do seu tempo, sendo um dos principais contextos de socialização na infância. Assim, observa-se a relevância de investigar as relações que ocorrem nesse ambiente, tais como a interação professor-aluno, visto que o professor é o adulto que fica a maior parte do tempo com a criança, organiza e estrutura as atividades diárias e faz a mediação entre pares. O presente estudo buscou investigar crenças de crianças e professoras sobre “o que é ser uma boa professora”. Participaram do estudo 83 crianças e cinco professoras do quinto ano do ensino fundamental de uma escola pública de uma cidade no interior do Paraná. Os alunos responderam em uma folha essa questão, enquanto as professoras participaram de entrevista semiestruturada. Os resultados mostram que características relacionadas à responsividade, incluindo, afeto, apoio, participação e qualidade na comunicação, são mais citadas tanto por alunos quanto por professoras, seguido da importância de limites e regras. Conclui-se pela importância de estudos acerca do tema, pois a qualidade da interação professor-aluno pode repercutir de diversas formas na vida dos envolvidos.

Palavras-chave


Interação professor-aluno; Estilos de lideranças de professores; crenças de professoras; crenças de alunos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17765/1518-1243.2016v18n2p117-125

Iniciação Científica Cesumar

Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1518-1243 Impressa
ISSN 2176-9192 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.