Estudo das metodologias de especificação de requisitos e sua abordagem quanto aos requisitos não-funcionais de sistemas

Everton Luckesi de Souza, Wilson Bissi, Márcia Cristina Dadalto Pascutti

Resumo


A Engenharia de Software é uma abordagem para o desenvolvimento padronizado de software de qualquer natureza. Ela define um conjunto de metodologias, técnicas e ferramentas que, quando bem empregadas, auxiliam efetivamente no processo de desenvolvimento de softwares. Uma das maiores dificuldades da especificação de requisitos é a obtenção dos requisitos não funcionais do sistema, que dizem respeito a desempenho, performance, usabilidade, manutenibilidade, portabilidade. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é estudar as metodologias que abordam os requisitos não funcionais do sistema e metodologias de desenvolvimento ágil. Para isso se farão análises e comparações entre elas, demonstrando suas principais características, com o intuito de obter maior conhecimento nesta área, tornando-a mais difundida na comunidade, de modo que futuramente sirva como base para outros artigos. Neste trabalho as metodologias de desenvolvimento de software adotadas para estudos foram a MERUSA, XP (Extreme Programming) e SCRUM, das quais as duas últimas são consideradas metodologia de desenvolvimento ágil. Os resultados obtidos são de grande valia, pois é escasso o material que aborda essas metodologias, principalmente sobre a MERUSA, que trata de forma muito eficaz os requisitos não funcionais de sistema, que muitas vezes são omitidos em outras metodologias.

Palavras-chave


Metodologias de desenvolvimento de software; Requisitos não- Funcionais; Sistemas de informação; Engenharia de software; Methodologies of development of software; Requirements non-functional; Systems of information; Engineering software.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Iniciação Científica Cesumar
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9192 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1518-1243 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.