A Síndrome do Respirador Bucal; uma revisão para a Fisioterapia.

Eliane Franqui Barbiero, Luiz Carlos Marques Vanderlei, Patrícia Cesar Nascimento

Resumo


A síndrome do respirador bucal é um conjunto de sinais e sintomas que podem estar presentes, completamente ou incompletamente, em indivíduos que, devido a motivos diversos, substituam o padrão correto de respiração nasal por um padrão de suplência bucal ou misto, os sinais e sintomas apresentam por esses indivíduos dependem de vários fatores e alteram de forma significativa a sua qualidade de vida. Em função das graves alterações que a respiração bucal pode produzir, o tratamento do respirador bucal torna-se extremamente importante e a participação da fisioterapia nesse processo é fundamental. Nesse trabalho, pretendemos abordar aspectos importantes para a fisioterapia sobre a Síndrome do Respirador Bucal, visando fornecer subsídios que possam contribuir para um melhor atendimento dessa síndrome por parte da fisioterapia, o que permitirá melhor qualidade no tratamento de indivíduos portadores da Síndrome do Respirador Bucal.

Palavras-chave


respirador bucal; fisioterapia; respiração

Texto completo:

Artigo_pdf


Iniciação Científica Cesumar
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9192 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1518-1243 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.