Notas Preliminares Sobre a Pesquisa "A Formação em Psicologia da Ufmg e o Processo de Reforma Psiquiátrica em Minas Gerais nas Décadas de 60, 70 e 80"

Izabel Christina Friche Passos, Fernanda Moura Braga, Maria Stella Brandão Goulart, Marcela Alves Abreu

Resumo


Este trabalho é parte de pesquisa mais ampla intitulada “As instituições universitárias e a construção da reforma psiquiátrica mineira nos anos 60, 70 e 80”, financiada pela FAPEMIG e coordenada pela professora Maria Stella Brandão Goulart, da PUC-Minas. Investigamos a formação universitária oferecida no período recortado pelas seguintes instituições de Belo Horizonte: os cursos de Psicologia da PUC-Minas, UFMG e FUMEC; a pós-graduação em Psiquiatria oferecida pela FHEMIG no Instituto Raul Soares; e a pós-graduação em Saúde Pública da ESMIG (Escola de Saúde de Minas Gerais). Os objetivos são: identificar e avaliar a participação das variáveis de cultura formal em processos de mudança social; investigar as relações entre as instituições de credenciamento profissional de nível superior em Psicologia e Psiquiatria no processo de Reforma Psiquiátrica em Minas Gerais. No presente artigo, apresentamos os resultados referentes ao curso de Psicologia da UFMG.

Palavras-chave


Reforma Psiquiátrica; Universidade; Cultura Profissional; Psychiatric Reform; University; Professional Culture.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Iniciação Científica Cesumar
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9192 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1518-1243 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.