Rede de Relações Sociais e Apoio Emocional: Pesquisa com Idosos

Eliete Jussara Nogueira, Leonardo José Costa de Lima, Ligiane Antonieta Martins, Élita Rodrigues Moura

Resumo


Este artigo agrupa dois trabalhos, realizado por alunas do curso de Terapia Ocupacional, vinculadas ao programa de Iniciação Científica da Universidade de Sorocaba. Utilizando da perspectiva da seletividade sócio-emocional e da teoria do comboio social, este trabalho de pesquisa teve como objetivo caracterizar a rede social e identificar a fonte de apoio emocional de alunos da Universidade para Terceira Idade. A rede social e o apoio emocional são fatores importantes para a qualidade de vida percebida no envelhecimento. Foram entrevistadas quarenta e duas pessoas acima de sessenta anos, e os resultados apontam para uma rede social com dezenove pessoas em média, de natureza familiar, íntima e de amizade, alocadas de acordo com o grau de proximidade afetiva. Foram citadas mais mulheres do que homens e pessoas da família. Quanto à fonte de apoio emocional, as filhas, mulheres de meia idade, foram as mais citadas, por motivo de confiabilidade.

Palavras-chave


Envelhecimento; Rede Social; Apoio Emocional; Universidade para Terceira Idade; Aging; Social Network, Emotional Support, University For The Third Age.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Iniciação Científica Cesumar
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9192 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1518-1243 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.