Bens e produtos sob o referencial da arte: um estudo de caso

Maria Alexandra Palma Contar Grosso, Maria Lúcia Bertachini Nosella, Reginaldo Aparecido Carneiro

Resumo


Sendo fato inconteste que a indústria de bens e serviços se utiliza da arte para "legitimar" seus produtos, a isso deve ser acrescentada a estratégia que visa agregar ao produto o valor de um singular objeto de arte. Ao estudar a legitimação. Numa sociedade do conhecimento ou pedagógica, como querem Serres, De Masi, Drucker e outro, o campo do administrador terá realmente se estendido aos limites visados por estes e outros autores? Os conhecimentos gerais que, somados aos específicos e indispensáveis, fazem do administrador um melhor administrador, já fazem parte integrante dos programas dos cursos de administração? O propósito deste trabalho é levantar dados sobre a consciência e qualificação de profissionais gerentes, demonstradores e vendedores, quanto às representações que catalogam, divulgam e vendem, e as implicações de prováveis desconhecimentos nesse nível, para os procedimentos de comercialização utilizados em revenda de produtos do tipo revestimento cerâmico. Pesquisa qualitativa e quantitativa com material para exame se dirige particularmente aos pisos e azulejos de indústrias selecionadas em revendas na cidade de Maringá - PR, procurando pôr em relevo o conhecimento ou desconhecimento do valor artístico presente nos produtos que se oferece.

Palavras-chave


legitimação de produtos; sociedade do conhecimento; arte; marketing

Texto completo:

Artigo_pdf


Iniciação Científica Cesumar
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9192 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1518-1243 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.