O lazer no cotidiano da cidade

Viviane Folador Neves, Elizandro Ricardo Cassaro, Giuliano Gomes de Assis Pimentel

Resumo


Investigou-se o uso recreativo que as pessoas fazem das ruas em seus momentos de lazer. O estudo de campo enfocou quatro ruas em Maringá, Paraná. A metodologia envolveu observação direta e sistemática, com anotação em caderno de campo. Posteriormente, houve registro fotográfico de questionários em todas as residências da área delimitada. O estudo identificou uma preocupação intensiva das ruas como espaço não especializado de lazer, o que comprova a sua dimensão lúdica. Fatores como faixa etária, trânsito de veículo, horários e temperatura são determinantes nos usos recreativos. Na constituição histórica da sociedade brasileira rua assumiu papel de intermediar o público e o privado. Apesar da diminuição do uso recreativo, a rua permanece ambiente para o lazer de diferentes faixas etárias. Nesse sentido, o estudo sugere que as políticas municipais de Maringá direcionem ações nesse tipo de espaço.

Palavras-chave


espaços de lazer; recreação; educação física

Texto completo:

Artigo_pdf


Iniciação Científica Cesumar
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9192 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1518-1243 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.