A Cadeia Produtiva da Ovinocaprinocultura de Leite na Região Central do Rio Grande do Norte: Estrutura, Gargalos e Vantagens Competitivas

Daniel Franco Goulart, Luiz Andrea Favero

Resumo


A ovinocaprinocultura apresenta-se como atividade agropecuária de fundamental importância para a região semiárida do Nordeste. Estudos, pesquisas e trabalhos de extensão que tenham como foco este agronegócio são preponderantes para o desenvolvimento da atividade que visa à geração de renda de forma contínua e sustentada. O presente estudo tem por objetivo estabelecer as principais características da cadeia produtiva da ovinocaprinocultura do Estado do Rio Grande do Norte, delimitando sua estrutura, gargalos e vantagens competitivas. Para tanto, utilizou-se de coleta de dados feita durante pesquisa de campo realizada em três cidades da região central do Estado. Notou-se a ocorrência de problemas em alguns dos principais segmentos da cadeia produtiva, sobretudo nos segmentos referentes à produção e à distribuição, bem como em instituições presentes no ambiente organizacional da cadeia. Verificou-se também que a produção de leite da região é destinada quase integralmente para o atendimento do “Programa do Leite”, patrocinado pelo Governo Estadual, não havendo a ocorrência de clientes privados para o leite de cabra e ovelha no Estado. Em contrapartida, observou-se que o segmento de beneficiamento apresenta adequada infraestrutura e que os municípios produtores da região são articulados entre si.

Palavras-chave


Cadeias Produtivas; Ovinocaprinocultura; Agronegócio; Vantagens competitivas; Gargalos.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.