É Preciso ser Grande para Competir no Agronegócio? Um Estudo de Caso sobre Inovação em uma Agroindústria de Beneficiamento de Arroz

Carlos Otávio Zamberlan, Paulo Dabdab Waquil, Hélio Henkin

Resumo


No Estado do Rio Grande do Sul está se verificando uma tendência à concentração de mercado no setor de beneficiamento de arroz, pois o processo de beneficiamento exige escala de produção em virtude dos elevados custos fixos, o que tende a eliminar do mercado empresas que possuem menores estruturas industriais. Este estudo tem o objetivo de analisar a possibilidade de uma indústria de arroz, que não tenha base em escala de produção, conseguir manter-se no mercado. Para isso recorreu-se ao estudo de caso de uma indústria de beneficiamento que trabalha com variedades não tradicionais. O presente trabalho é de caráter qualitativo e os dados levantados foram tratados pelo método de análise de conteúdo por navegação lexical. Concluiu-se que existem meios de atuar em um mercado onde o ganho de escala é uma vantagem competitiva. Basta ter foco no mercado, para gerar inovações e atuar administrando relações dentro da cadeia produtiva.

Palavras-chave


Arroz; Processo; Produto; Inovação

Texto completo:

PDF


Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.