Sustentabilidade em Assentamentos Rurais: Um Estudo na Região de Andradina-SP

Rita de Cássia Salviana Pereira Minari, Marcelo Dantas, Marco Antonio Costa da Silva, Geraldino Carneiro de Araújo, Telma R. Duarte Vaz

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo mensurar o conceito de sustentabilidade em cinco assentamentos da região de Andradina-SP, beneficiados por programas da reforma agrária, tanto em nível federal como estadual, no Estado de São Paulo. A análise da sustentabilidade em assentamentos rurais é importante considerando que os governos, principalmente o federal, disponibilizam recursos alocados em vários programas com objetivo de melhorar a qualidade de vida dos assentados. A pesquisa de campo envolveu assentados de cinco assentamentos federais (INCRA) de Andradina, Castilho e Murutinga do Sul. Os dados foram coletados com aplicação de entrevistas contendo uma lista de variáveis, relacionadas a aspectos econômico-sociais, ambientais e de capital social para a mensuração da sustentabilidade. Os dados analisados sugerem que o nível de desenvolvimento melhorou, de forma geral, para os cinco assentamentos.

Palavras-chave


Assentamentos; Desenvolvimento Sustentável; Qualidade de Vida

Texto completo:

PDF


Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.