Gestão de Resíduos Sólidos Gerados em uma Indústria Sucro-Alcooleira Visando seu Correto Armazenamento e Destinação Final

Paula Hidalgo Zaniboni, Carla Adriana Pizarro Schmidt

Resumo


A indústria atualmente vem buscando, a partir de exigências, sejam elas do órgão ambiental, ou de mercado, melhorias quanto ao impacto ambiental gerado pelo seu processo produtivo. Assim sendo, o presente trabalho foi realizado utilizando a metodologia de pesquisa de levantamento que objetivou identificar formas de controle, armazenamento e destinação final dos resíduos sólidos industriais, para atender as necessidades da indústria, do ramo sucroalcooleiro de forma sustentável, minimizando o impacto ambiental, a fim de adequar a empresa e funcionários segundo as exigências legais, procurando soluções e implantando um modelo para o controle, armazenamento e destinação final ambientalmente correto dos resíduos sólidos bem como sua redução. Para o presente estudo foi realizado um levantamento por meio de questionário junto aos colaboradores da empresa. O estudo também visou mostrar ideias e atitudes que podem educar ambientalmente os funcionários da empresa tornando-os cientes e responsáveis do seu papel sócio ambiental na indústria em que estão trabalhando e também na sociedade, despertando assim a importância do controle, armazenamento e destinação final adequada dos resíduos sólidos, para que assumam atitudes que possibilitem a redução da geração dos mesmos. No contexto ambiental atual isto não é mais uma questão somente de estratégia e sim de necessidade. Concluiu-se com este trabalho que fortalecer o conhecimento sobre essas metodologias e incentivar a empresa e seus funcionários na aplicação dessas ferramentas, torna-se uma opção bastante atraente para a sustentabilidade da organização e da sociedade onde ela está inserida.

Palavras-chave


Educação; Gestão Ambiental e Preservação do Meio Ambiente

Texto completo:

PDF


Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.