Aferindo a Competitividade Através da Metodologia E.V.A.: Um Estudo de Caso do Grupo JBS

Morenise Puperi, Mayra Bitencourt, Silvia Morales de Queiroz Caleman

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar a rentabilidade dos frigoríficos brasileiros. Esta análise possui um viés econômico com vistas a identificar as estratégias de competitividade adotadas pela indústria relativamente aos resultados financeiros apresentados no ano de 2011. Trata-se de pesquisa de cunho qualitativo e quantitativo, desenvolvida com base em estudo de caso. O método adotado para a abordagem qualitativa consiste na análise de conteúdo, enquanto que para a quantitativa fez-se uso do método E.V.A. (Economic Value Added). Para o tratamento dos dados utilizou-se a técnica de adequação ao padrão. Os resultados revelaram que o Grupo JBS adotou diretrizes diferenciadas para a comercialização de seus produtos, embora sob a ótica do E.V.A. não tenha se mostrado rentável no ano de 2011. As estratégias utilizadas pelo grupo consistem basicamente nas estratégias genéricas delineadas por Porter: diferenciação, custo e enfoque. Não obstante, porém, a atenção dispensada às estratégias individuais, percebeu-se que o JBS está atento também à visão sistêmica de toda a cadeia produtiva. Desse modo, concluiu-se que o Economic Value Added (E.V.A.) é instrumento adequado para análise das estratégias competitivas adotadas pela indústria frigorífica, muito embora se constitua, em essência, em um indicador de curto prazo.

Palavras-chave


Agropecuária; Cadeia Produtiva; Competitividade; Gado de Corte

Texto completo:

535-552


Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.