A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE E O PAPEL DA AGRICULTURA FAMILIAR NA BACIA DO RIO CORUMBATAÍ

Fábio Henrique Comin, Carla Gheler-Costa

Resumo


A bacia do Corumbataí possui importância regional por ser a principal fonte de abastecimento da região Centro-leste do Estado de São Paulo. Estudos realizados nesta paisagem agrícola priorizaram os remanescentes, hidrologia, matas ciliares, a matriz agrícola, fauna e suas relações, e muitas vezes desconsideram a população rural local. A fim de conservar o ecossistema, principalmente relacionado às questões da água, muitos estudos ecológicos propõem como alternativas o fortalecimento de políticas públicas, corredores florestais, educação ambiental ou de um mero cumprimento das leis ambientais. No entanto, entendemos que não incluindo a população rural em busca da melhor qualidade ambiental, não há nenhuma garantia da conservação na prática. Por meio de uma pesquisa interdisciplinar este estudo assume o caráter utilitário das relações dos moradores das zonas rurais com problemas ambientais, especialmente de água, e como esta relação pode ser incorporada em propostas de conservação para resolver a atual crise “verde” na bacia do rio Corumbataí. Os resultados mostram que os estudos sobre a relação entre a população rural na bacia do rio Corumbataí e o meio ambiente são extremamente importantes para entender a relação entre o homem e a natureza em paisagens agrícolas no Estado de São Paulo, e que a conservação deve ser realizada na prática. Então deve atentar que o conhecimento e a experiência dos pequenos agricultores são essenciais para a sua manutenção no campo, bem como para pesquisa e autopreservação. Assim, os resultados indicam perspectivas reais para o desenvolvimento social rural e ambiental na conservação em paisagens agrícolas.

Palavras-chave


Paisagem agrícola; Pequeno agricultor; Multifuncionalidade qualidade ambiental; População rural

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2018v11n1p161-184

Revista em Agronegócio e Meio Ambiente
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1981-9951 Impressa
ISSN 2176-9168 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.