ANÁLISE ECONÔMICA DA FARINHA DE SILAGEM ÁCIDA DE RESÍDUOS DE PIRARUCU EM RAÇÕES DE POEDEIRAS COMERCIAIS LEVES

Oscarina de Souza Batalha, Sonia Sena Alfaia, Frank George Guimarães Cruz, Rogério Souza de Jesus, João Paulo Ferreira Rufino, Cristiane Cunha Guimarães

Resumo


Este estudo objetivou analisar a viabilidade econômica da inclusão de farinha de silagem ácida de resíduos de pirarucu em rações de poedeiras comerciais leves. O período experimental foi de 84 dias divididos em quatro períodos de 21 dias cada. Foram utilizadas 168 poedeiras da linhagem Hissex White com 73 semanas de idade. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado constituído de sete tratamentos correspondentes a níveis de inclusão de farinha de silagem ácida de resíduos de pirarucu (0; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0; 2,5 e 3%) com quatro repetições de seis aves cada. Os dados coletados foram analisados utilizando regressão polinomial a 5% de significância. Foram observadas diferenças significativas (P > 0,05) no consumo de ração, custo alimentar, produção de ovos e custo de produção de poedeiras alimentadas, onde a inclusão da silagem ácida de resíduos de pirarucu nas rações apresentou melhores resultados. A receita bruta, valor agregado bruto, índice de lucratividade e ponto de equilíbrio também apresentaram diferenças significativas (P > 0,05) com a inclusão da silagem ácida de resíduos de pirarucu nas rações promovendo maior rentabilidade. A partir dos resultados encontrados, conclui-se que a farinha de silagem ácida de resíduos de pirarucu pode ser utilizada como alimento alternativo em rações de poedeiras comerciais leves, reduzindo os custos de produção de ovos, sendo um produto com baixo custo operacional e uma alternativa para minimizar o impacto ambiental gerado durante a eliminação dos resíduos do processamento do pescado.

Palavras-chave


Alimento alternativo; Custo; Rentabilidade; Resíduo de pescado; Silagem.

Texto completo:

PDF

Referências


BORGHESI, R.; PORTZ, L.; OETTERER, M.; CYRINO, J. E. P. Apperent digestibility coeffcient of protein and amino acids of acid, biological and enzymatic silage for Nile tilapia (Oreochromis niloticus). Aquaculture Nutrition, v. 14, n. 3, p. 242-248, 2008.

BOELTER, J. F.; PEREIRA, A. C. S. C.; PRADO, J. P. S.; SOBRINHO, D. C.; MOTTA, A. L. V.; CAVALHEIRO, J. M. O. Caracterização química e perfil aminoacídico da farinha de Silagem de resíduos de sardinha. Revista Biologia e Farmácia, v. 05, n. 01, p. 86-92, 2011.

CRUZ, F. G. G.; RUFINO, J. P. F.; MELO, R. D.; FEIJO, J. C.; DAMASCENO, J. L.; COSTA, A. P. G. C. Perfil Socioeconômico da Avicultura no Setor Primário do Estado do Amazonas, Brasil. Revista em Agronegócios e Meio Ambiente, v. 9, n. 2, p. 371-391, 2016.

HAIDER, M. S.; ASHRAF, M.; AZMAT, H.; KHALIQUE, A.; JAVID, A.; ATIQUE, U.; ZIA, M.; IQBAL, K. J.; AKRAM, S. Nutritive evaluation of fish acid silage in Labeo rohita fingerlings feed. Journal of Applied Animal Research, v. 44, n. 1, p. 158-164, 2016.

HISANO, H.; ISHIKAWA, M. M.; PORTZ, L. Produção de silagem ácida a partir de vísceras de surubim (Pseudoplatystoma sp.) e avaliação da digestibilidade para tilápia-do-nilo. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Salvador, v. 13, n. 3, p. 872-879, 2012.

HONORATO, C.; FRIZZAS, G. O.; CARNEIRO, D. J. Digestibilidade da silagem de peixe com diferentes tempos de armazenamento para alimentação do pacu (Piaractus mesopotamicus). Ensaios e Ciência: Ciências Biológicas, Agrárias e da Saúde, Campo Grande, v. 16, n. 5, p. 85-95, 2012.

LOUREIRO, R. R. S.; RABELLO, C. B. V.; LUDKE, J. V.; JUNIOR, W. M. D.; GUIMARÃES, A. A. S.; SILVA, J. H. V. Farelo de tomate (Lycopersicum esculentum Mill.) na alimentação de poedeiras comerciais. Acta Scientarium. Animal Sciences., v. 29, n. 4, p. 387-394, 2007.

OLIVEIRA, H. F.; SANTOS, J. S.; CUNHA, F. S. de A. Utilização de Alimentos Alternativos na Alimentação de Codornas. Revista Eletrônica Nutritime, v. 11, n. 5, p. 3683-3690, 2014.

ROSTAGNO, H. S.; ALBINO, L. F. T.; DONZELE, J. L.; GOMES, P. C.; OLIVEIRA, R. F. de; LOPES, D. C.; FERREIRA, A. S.; BARRETO, S. L. de T. Tabelas brasileiras para aves e suínos: composição de alimentos e exigências nutricionais. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2011. 252p.

RUFINO, J. P. F.; CRUZ, F. G. G.; MILLER, W. P. M.; MELO, R. D.; FEIJÓ, J. da C.; CHAGAS, E. O. das. Análise econômica da inclusão de farinha do resíduo de tucumã (Astrocaryum vulgare, Mart) na alimentação de poedeiras comerciais. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Salvador, v. 16, n. 1, p. 1-9, 2015.

SARRUGE, J. R.; HAAG, H. P. Análises químicas em plantas. Piracicaba: USP-ESALQ. 65p, 1974.

SABBAG, O. J.; TAKAHASHI, L. S.; SILVEIRA, A. N.; ARANHA, A. S. Custos e viabilidade econômica da produção de lambari-do-rabo-amarelo em Monte Castelo (SP): um estudo de caso. Boletim do Instituto da Pesca, São Paulo, v. 37, n. 3, p. 307-315, 2011.

SANTOS, M. S. V.; ESPÍNDOLA, G. B.; KHAN, A. S.; CARVALHO, L. E.; LOUREIRO, J. P. B. Análise econômica da produção de poedeiras comerciais submetidas às dietas suplementadas com diferentes óleos vegetais. Informações Econômicas, São Paulo, v. 41, n. 7, p. 54-59, 2011.

SILVA, D. J.; QUEIROZ, A. C. Análise de alimentos: métodos químicos e biológicos. 3. ed. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2012. 235p.

SUPERCRAC. Ração de custo mínimo. Versão 1.02 para Windows. [S.I]: TD Software, 2004.

SAS. Statistical Analysis System. SAS/STAT Software Version 9.2. Cary: SAS Institute Inc., 2008.

TOGASHI, C. K.; FONSECA, J. B.; SOARES, R. T. R. N.; COSTA, A. P. D.; SILVEIRA, K. F.; DETMANN, E. Subprodutos do maracujá em dietas para frangos de corte. Acta Scientiarum. Animal Sciences, v. 30, n. 4, p. 395-400, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2019v12n2p363-375

Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.