PALHA DE VARIEDADES DE SORGO NA FORMULAÇÃO DE NOVOS COMPOSTOS PARA O CULTIVO DO COGUMELO Pleurotus ostreatus

Otavio Augusto Pessotto Alves Siqueira, Olívia Gomes Martins, Meire Cristina Nogueira de Andrade

Resumo


Pleurotus ostreatus é um cogumelo comestível cujo cultivo pode ser realizado em diferentes resíduos como substrato, porém pouco se sabe sobre a utilização do sorgo para sua produção. Objetivou-se neste estudo analisar a viabilidade do sorgo para o cultivo de P. ostreatus. Foram testados três tratamentos, C1 (testemunha, palha de cana-de-açúcar), C2 (sorgo biomassa) e C3 (sorgo sacarino). Os tratamentos foram submetidos a processo de compostagem e pasteurização e após o resfriamento dos compostos foi realizada a inoculação de P. ostreatus. A incubação e colheita foram realizadas durante 2 meses, seguidas de análise nutricional dos cogumelos e análise química dos compostos. Foram avaliados eficiência biológica, perda de matéria orgânica e massa de basidiomas frescos. Não houve diferença significativa entre os tratamentos, segundo análise química dos substratos, exceto para o teor de umidade, em que o tratamento testemunha foi inferior aos demais. Quanto à produtividade, os tratamentos apresentaram os seguintes resultados: C1: 1,73 kg; C2: 1,34 kg; e C3: 1,07 kg. Não houve diferença significativa para a eficiência biológica entre os tratamentos C1 e C2, com valores de 69,80% e 72,76% respectivamente, enquanto o tratamento C3 apresentou a menor eficiência biológica (51,72%). A perda de matéria orgânica foi de 50,56%, para C1, 44,50% para C2 e 40,16% para C3. A análise nutricional dos cogumelos não demonstrou diferença significativa entre os tratamentos, exceto para o teor de fibra bruta, onde o tratamento C3 foi superior com 18,95%, seguido pelo tratamento C2 com 16,40% e o testemunha com 14,95%.

Palavras-chave


Análise nutricional; Fungos; Produtividade; Resíduos.

Texto completo:

PDF

Referências


CHANG, S. T.; MILES, P. G. Mushrooms: cultivation, nutritional value, medicinal effect, and environmental impact. 2. ed. Boca Raton: CRC, 2004. 480 p.

EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solos. Rio de Janeiro: Centro Nacional de Pesquisa de Solos, 2013.

ESPOSITO, E. et al. Fungos: uma introdução a biologia bioquímica e biotecnologia. Caxias do Sul: Educs, 2010.

LANDAU, E. C.; SANS, L. M. A. Cultivo de sorgo. Sete Lagoas, Embrapa Milho Sorgo, 2010. Disponível em: Acesso em: 05 mar. 2015.

LIER, Q. J. V. Física do Solo. Viçosa: UFV, 2010.

MAY, A. et al. Cultivo de sorgo sacarino em área de reforma de canavial. Sete Lagoas: Embrapa Milho Sorgo, 2013. (Circular Técnica, 186).

MINHONI, M. T. A. et al. Cultivo de Lentinula edodes (Berk.) Pegler – (Shiitake). 2. ed. Botucatu: FEPAF, 2005.

NETTO, A. Manual de Hidráulica. São Paulo: Blucher, 2010.

OLIVEIRA, H. C. B. Avaliação de três substratos com diferentes granulometrias, para o cultivo de duas linhagens de Pleurotus ostreatus (Jacq.:Fr.) Kummer. 2000. 89f. Dissertação - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2000.

PAZ, M. F. et al. Cultivation of edible mushroom Hiboukitake in caja bagasse by in Jun-Cao technique. Journal of Biotechnology and Biodiversity, Gurupi, v. 4, n. 2, p. 146-152, 2013.

PEDREIRA, M. S. et al. Características agronômicas e composição química de oito híbridos de sorgo. Revista Brasileira de Zootecnia, Jaboticabal, v. 32, n. 5, p. 1083-1092, 2003.

RAJARATHNAM, S.; BANO, Z. Pleurotus Mushrooms; part 3: Biotransformation of natural lignocellulosic waste: commercial applications and implications. Critical Reviews in Food Science and Nutrition, Boca Raton, v. 28, n. 1, p. 31-113, 1989.

SILVA, S. O.; COSTA, S. M. G.; CLEMENTE, E. Chemical composition of Pleurotus pulmonarius (Fr.) Quél., substrates and residue after cultivation. Braz. arch. biol. technol. Curitiba, v. 45, n. 4, 2002.

SILVA, E. G.; DIAS, E. S.; SIQUEIRA, F. G. Análise química de corpos de frutificação de Pleurotus sajor-caju cultivado em diferentes concentrações de nitrogênio. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, v. 27, n. 1, p. 72-75, 2007.

SILVA, D. J.; QUEIROZ, A. C. Análise de alimentos: métodos químicos e biológicos. Viçosa: UFV, 2002.

SNEDECOR, G. W. E.; COCHRAN, W. G. Statistical methods. 6th ed. Ames: Iwoa State University Press, 1972.

STURION, G. L.; OETTERER, M. Composição química de cogumelos comestíveis (Pleurotus spp.) originados de cultivos em diferentes substratos. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 15, n. 2, 1995.

TAMANINI, C.; HAULY, M. C. O. Resíduos agroindustriais para produção biotecnológica de xilitol. Ciências de Alimentos. Londrina, v. 25, n. 4, p. 315-330, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2019v12n1p273-285

Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.