GESTÃO ORGANIZACIONAL EM APOIO À TOMADA DE DECISÃO: UMA ANÁLISE ATRAVÉS DAS PERSPECTIVAS ESTRATÉGICAS NA AMBIÊNCIA COOPERATIVISTA

Josefa Edileide Santos Ramos, Marcelo da Costa Borba, Maria do Carmo Maracajá Alves, Jose Eduardo Melo Barros, Andrea de Fátima de Oliveira Rego, Helio Beretta Dal Monte

Resumo


O presente artigo toma por pressuposto que as decisões tomadas por uma cooperativa agrícola são complexas e envolvem múltiplos objetivos. Sendo assim, este artigo teve como objetivo analisar o processo de gestão organizacional, como ferramenta de apoio à tomada de decisão, de uma cooperativa agrícola na microrregião do Brejo paraibano. Quanto aos procedimentos metodológicos, esta pesquisa apresenta abordagem qualitativa através do estudo de caso com coleta de dados primários, entrevistas semiestruturadas e análise documental. Na análise foram consideradas as quatro dimensões do Balanced Scorecard além da avaliação geral da ferramenta. Os resultados mostraram que o mapeamento das ações pode ajudar no compartilhamento do conhecimento com os colaboradores e almejar ganhos mútuos com vantagens na economia de escala e na comercialização do produto final. O êxito dessa organização passa por um processo longo de monitoramento das ações, visando planejamento e controle estratégico organizacional. O estudo propôs um modelo de mapa estratégico, assim como faz uma proposta de projeção para os próximos quatro anos. A pesquisa fornece ainda um conjunto de indicadores estratégicos que podem ser de grande importância na tomada de decisão e de construção de um instrumento capaz de contribuir estrategicamente com o desempenho da cooperativa.

Palavras-chave


Cooperativismo Agrícola; Gestão Organizacional; Mapeamento Estratégico.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRICH, M. Focos nas Pessoas. Revista Brasileira de Administração, n. 94, 2013.

BENOS, T. et al. Cooperatives’ organizational restructuring, strategic attributes, and performance: The case of agribusiness cooperatives in Greece. Agribusiness, v. 32, n. 1, p. 127-150, 2016.

BIJMAN, J. et al. Support for farmers’ cooperatives. Sector Report Fruit and Vegetables, Wageningen, Wageningen UR, 2012.

BIJMAN, J.; HENDRIKSE, G.; VAN OIJEN, A. Accommodating Two Worlds in One Organization: Changing Board Models in Agricultural Cooperatives. Managerial and Decision Economics, v. 34, n. 3-5, p. 204-217, 2013.

BORILLI, S. P. et al. O uso da contabilidade rural como uma ferramenta gerencial: um estudo de caso dos produtores rurais no município de Toledo-PR. Revista Ciências Empresariais da UNIPAR, v. 6, n. 1, p. 77-95, 2005.

BRETOS, I.; MARCUELLO, C. Revisiting Globalization Challenges and Opportunities in the Development of Cooperatives. Annals of Public and Cooperative Economics, v. 88, n. 1, p. 47-73, 2017.

CECHIN, A. et al. Decomposing the member relationship in agricultural cooperatives: Implications for commitment. Agribusiness, v. 29, n. 1, p. 39-61, 2013.

CHADDAD, F.; ILIOPOULOS, C. Control rights, governance, and the costs of ownership in agricultural cooperatives. Agribusiness, v. 29, n. 1, p. 3-22, 2013.

CHEN, H. H.; LEE, A. H. I.; CHEN, J. The relationship between innovation and performance in special nonprofit firms: Social and cooperative agrifood firms. Journal of Management & Organization, v. 23, n. 4, p. 587-602, 2017.

COSTA, D. R. D. M.; AZEVEDO, P. F. DE; CHADDAD, F. R. Determinantes da separação entre propriedade e gestão nas cooperativas agropecuárias brasileiras. Revista de Administração, v. 47, n. 4, p. 281-595, 2012.

DICKEL, D. G.; MAIRESSE SILUK, J. C. Análise E Melhoria De Processos Operacionais Em Cooperativas: Uma Abordagem Estatística. Revista de Gestão e Organizações Cooperativas, v. 2, n. 4, p. 35-44, 2015.

DURÁN, C.; CARRASCO, R.; SEPÚLVEDA, J. Model of decision for the management of technology and risk in a port community. Decision Science Letters, v. 7, n. 3, p. 211-224, 2018.

FERREIRA, M. A. M.; BRAGA, M. J. Diversificação e competitividade nas cooperativas agropecuárias. Revista de Administração Contemporânea, v. 8, n. 4, p. 33-55, 2004.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GIMENES, R. M. T.; GIMENES, F. M. P. Agronegócio cooperativo: a transição e os desafios da competitividade. Revista Cadernos de Economia, v. 11, n. 20, p. 45-72, 2007.

GINER FILLOL, A.; RIPOLL FELIU, V. M. Análisis de la gestión por procesos y por competencias a través de la perspectiva de procesos y de aprendizaje y crecimiento: la experiencia de la autoridad portuaria de Valencia. Revista Universo Contábil, v. 7, n. 2, p. 114-129, 2011.

GUTIÉRREZ, J. S.; ÁVILA, G. V.; TREJO, J. M. Marketing and elementa influencing the competitiveness of commercial micro, small and medium-sized enterprises in Guadalajara, Mexico. Innovar, v. 27, n. 65, p. 93-106, 2017.

HAKELIUS, K.; HANSSON, H. Measuring Changes in Farmers’ Attitudes to Agricultural Cooperatives: Evidence from Swedish Agriculture 1993-2013. Agribusiness, 2016.

HU, B.; WILDBURGER, U. L.; STROHHECKER, J. Strategy map concepts in a balanced scorecard cockpit improve performance. European Journal of Operational Research, v. 258, n. 2, p. 664-676, 2017.

ILIOPOULOS, C.; VALENTINOV, V. Member heterogeneity in agricultural cooperatives: A systems-theoretic perspective. Sustainability, v. 10, n. 4, p. 1271, 2018.

IRITANI, D. R. et al. Análise sobre os conceitos e práticas de Gestão por Processos: revisão sistemática e bibliometria. Gestão & Produção, v. 22, n. 1, p. 164-180, 2015.

KNICKEL, K. et al. Between aspirations and reality: Making farming, food systems and rural areas more resilient, sustainable and equitable. Journal of Rural Studies, v. 59, p. 197-210, 2018.

KOHLBACHER, M. The effects of process orientation: a literature review. Business Process Management Journal, v. 16, n. 1, p. 135-152, 2010.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. DE A. Fundamentos de Metodologia Científica. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

LLULL, Q. et al. Cooper: Task Colocation with Cooperative Games. Proceedings - International Symposium on High-Performance Computer Architecture, p. 421-432, 2017.

LUNKES, R. J.; SCHNORRENBERGER, D. Controladoria na coordenação dos sistemas de gestão. São Paulo: Atlas, 2009.

MACHADO, S. M. C. F. Gestão de Cooperativa: um estudo de caso. [s.l.] Faculdade de Ciências Contábeis, 2006.

MACIEL, A. C. S. et al. Gestão financeira de uma cooperativa agroindustrial: práticas de gerenciamento e análise financeira. Revista de Gestão e Organizações Cooperativas, v. 2, n. 3, p. 71-82, 2015.

PAGLIARIN, L. LONDERO et al. O planejamento estratégico em uma organização de insumos agrícolas a partir de uma adaptação do Balanced Scorecard. Revista de Gestão e Organizações Cooperativas, v. 2, n. 3, p. 97-112, 2015.

POLO, F. C.; HERNÁNDEZ, M. I. S.; VÁZQUEZ, D. G. Assessing the Influence of Social Responsibility on Reputation: An Empirical Case-Study in Agricultural Cooperatives in Spain. Journal of Agricultural and Environmental Ethics, v. 30, n. 1, p. 99-120, 2017.

POLONIO, W. A. Manual das sociedades cooperativas. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

QIAO, Y. et al. Certified Organic Agriculture as an Alternative Livelihood Strategy for Small-scale Farmers in China: A Case Study in Wanzai County, Jiangxi Province. Ecological Economics, v. 145, p. 301-307, 2018.

RÊGO, E. E. DO; MOREIRA, E. Cooperaticismo: uma breve discussão teórico-conceitual perpassando pelo socialismo utópico , marxista e anarquista. Revista OKARA: Geografia em debate, v. 7, n. 1, p. 63-80, 2013.

RIBEIRO, R. R. M. et al. Aplicação de um Modelo Gerencial Estratégico Baseado no Balanced Scorecard no Processo Produtivo do Álcool, Açúcar e Subprodutos em uma Cooperativa do Setor Sucroalcooleiro. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DA AMERICA LATINA, Anais [...]. Ponta Grossa: 2015.

SILVA, M. E.; NASCIMENTO, F. DOS S. Análise da Gestão de uma Cooperativa de Produtores Rurais no Município de Bananeiras-PB. In: 53° CONGRESSO DA SOBER-SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Anais [...]. João Pessoa: Sober Nacional, 2015.

SOUZA, U. R. DE; BRAGA, M. J. Diversificação concêntrica na cooperativa agropecuária: um estudo de caso da COMIGO. Gestão e Produção, v. 14, n. 1, p. 169-179, 2007.

TAVARES, M. C. Gestão estratégica. São Paulo: Atlas, 2010.

TAVELLA, E.; PAPADOPOULOS, T. Applying OR to problem situations within community organisations: A case in a Danish non-profit, member-driven food cooperative. European Journal of Operational Research, v. 258, n. 2, p. 726-742, 2017.

THOMAS, H.; LOGAN, C. Mondragon: An economic analysis. London: Routledge, 2017.

YIN, R. K. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos. Rio de Janeiro: Bookman Editora, 2015.

ZIMMERMANN, M. et al. Carrot and stick: A game-theoretic approach to motivate cooperative driving through social interaction. Transportation Research Part C: Emerging Technologies, v. 88, p. 159-175, 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2019v12n3p875-899

Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.