AGRICULTURA URBANA E PERIURBANA: POTENCIALIDADES E LIMITAÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO MUNICÍPIO DE BENEVIDES (PA)

Glenda Maria Braga Abud, Maria Lúcia Bahia Lopes, Rosália do Socorro Silva Corrêa, Ruth Helena Cristo Almeida

Resumo


O cultivo de flores e plantas ornamentais é uma atividade geradora de empregos e de baixo impacto ambiental. Essas características decorrem da baixa mecanização e reduzida utilização de agrotóxicos. Caracterizada por ser praticada na forma de agricultura periurbana, pela dependência dos centros de consumo, ela pode ser uma estratégia para a promoção do desenvolvimento local. Nesse contexto, esta pesquisa teve como objetivo analisar a produção de flores e plantas ornamentais no município de Benevides, no Estado do Pará, para identificar sua contribuição para o desenvolvimento local. Para tanto, foi feita uma survey descritiva na forma de censo com 25 produtores do município. Foram pesquisadas três dimensões do desenvolvimento local: econômica, social e ambiental. Os resultados mostraram uma atividade essencialmente de subsistência, com baixa articulação entre os produtores e limitações de ordem tecnológica e produtiva, aspectos que resultaram em restrita capacidade de contribuir para o desenvolvimento no município estudado.

Palavras-chave


Agricultura periurbana; Desenvolvimento local; Floricultura; Produção familiar; Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BUARQUE, S. C. Construindo o desenvolvimento local sustentável: metodologia de planejamento. Rio de Janeiro: Garamond, 2008.

CONFEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO BRASIL. Seminário de comércio exterior sobre flores 2017. Disponível em: http://www.cnabrasil.org.br/seminario-de-comercio-exterior-sobre-flores-palestras. Acesso em: 25 jun. 2017.

COUTINHO, M. N.; COSTA, H. S. M. Agricultura urbana: prática espontânea, política pública e transformação de saberes rurais na cidade. Geografias, v. 7, n. 2, p. 81-97, jul./dez. 2011.

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ. Estatísticas municipais paraenses: Benevides. Belém: FAPESPA, 2016. Disponível em: http://www.fapespa.pa.gov.br/upload/Arquivo/anexo/1302.pdf?id=1502808203. Acesso em: 5 ago. 2017.

FREITAS, H. R.; GONÇALVES-GERVÁSIO, R. C. R.; MARINHO, C. M.; FONSECA, A. S. S.; QUIRINO, A. K. R.; NASCIMENTO, P. V. P. Horta escolar agroecológica como instrumento de educação ambiental e alimentar na Creche Municipal Dr. Washington Barros - Petrolina/PE. Extramuros, v. 1, n. 1, p. 155-169, jan./jun. 2013.

GHISLENI, G. A. Associação de agricultores periurbanos: uma alternativa de desenvolvimento local na Região Missioneira do Rio Grande do Sul. 2012. 71 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2012.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2014.

IBGE. Censo demográfico 2010. 2010. Disponível em: https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/default.shtm. Acesso em: 7 jul. 2017.

IBGE. Brasil / Pará / Benevides. Disponível em: http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?codmun=150150. Acesso em: 5 jul. 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE FLORICULTURA. Informativo Ibraflor 2017. Disponível em: http://www.holambra.sp.gov.br/cidade.html. Acesso em: 31 jun. 2017.

JUNQUEIRA, A. H.; PEETZ, M. S. Perfil da cadeia produtiva de flores e plantas ornamentais da Mesorregião Metropolitana de Belém (PA). Belém: SEBRAE, 2006.

KRONEMBERGER, D. Desenvolvimento sustentável: uma abordagem prática. São Paulo: Senac, 2011.

LANDINI, F. P. Problemas enfrentados por extensionistas brasileiros e sua relação com suas concepções de extensão rural. Ciência Rural, v. 45, n. 2, p. 371-377, fev. 2015.

MADALENO, I. M. A cidade das mangueiras: agricultura urbana em Belém do Pará. Lisboa: Fundação Calouste Gulbekian, Fundação para a Ciência e a Tecnologia, 2001.

MARTINELLI, D. P.; JOYAL, A. Desenvolvimento local e o papel das pequenas e médias empresas. São Paulo: Manole, 2004.

MITSUEDA, N. C.; COSTA, E. V.; D´OLIVEIRA, P. S. Aspectos ambientais do agronegócio flores e plantas ornamentais. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, v. 4, n. 1, p. 9-20, jan./abr. 2011.

MONTEIRO, J. P. R.; MONTEIRO, M. S. L. Hortas comunitárias de Teresina: agricultura urbana e perspectivas de desenvolvimento local. Revista Iberoamericana de Economia Ecológica, v. 5, p. 47-60, dec. 2006.

MOUGEOT, L. J. A. Agricultura urbana: concepto y definicón. La Revista Agricultura Urbana, v. 1, jul. 2000.

NEVES, M. F.; PINTO, M. J. P. (coord.) Mapeamento e quantificação da cadeia de flores e plantas ornamentais no Brasil. São Paulo: OCESP, 2015.

PESSÔA, C. C. agricultura urbana e pobreza: um estudo no município de Santa Maria - RS. 2005. 86 f. Dissertação (Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2005.

RIBEIRO, I. M. D.; LÍRIO, V. S.; FERREIRA, A. M. S. Caracterização do segmento de plantas ornamentais de Teófilo Otoni - MG: produção e comercialização. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v. 45, n. 4, p. 121-135, out./dez. 2014.

RIBEIRO, S. M.; AZEVEDO, E.; PELICIONI, M. C. F.; BÓGUS, C. M.; PEREIRA, I. M. T. Agricultura urbana agroecológica: estratégia de promoção da saúde e segurança alimentar nutricional. Revista Brasileira de Promoção da Saúde, v. 25, n. 3, p. 381-388 jul./set. 2012.

SACHS, I. Desenvolvimento includente, sustentável e sustentado. Rio de Janeiro: Garamond, 2004.

SANTOS, D. H. agricultura urbana e segurança alimentar. Revista Saber Acadêmico, n. 11, p. 172-182, jun. 2011.

SEBRAE. Flores e plantas ornamentais: série estudos mercadológicos. 2015. Disponível em: http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/560c96e3b1583358357b7b6a59e460a7/$File/5517.pdf. Acesso em: 25 maio 2017.

SILVA, J. K. L.; SOUZA, M. P.; MENEGUETTI, N. F. S. P.; MACIEL, L. A. P.; ASSUNÇÃO, A. Políticas públicas e a gestão de empreendimento periurbano de agricultura familiar em Pontes e Lacerda-MT. Revista Científica da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, v. 4, n. 1, p. 89-105, jan./jun. 2013.

SILVESTRE, A. L. Análise de dados e estatística descritiva. Lisboa: Editora Escolar, 2007.

TROIAN, A.; DALCIN, D.; OLIVEIRA, S. V.; TROIAN, A. Jovens e a tomada de decisão entre permanecer ou sair do meio rural: um estudo de caso. Revista de Extensão e Estudos Rurais, v. 1, n. 2, p. 349-374, jul./dez. 2011.

VÁZQUEZ Barquero, A. Desenvolvimento econômico endógeno em tempos de globalização. Rio Grande do Sul: Ed. da UFRGS, 2000.

VINHOLI, A. C.; MARTINS, P. Agricultura urbana e êxodo rural. Revista de Ciências Sociais, Fortaleza, v. 43, n. 1, p. 66-79, jan./jun. 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2019v12n4p1395-1416

Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.