Germinação da Semente e Desenvolvimento Inicial de Cariniana legalis (Mart.) Kuntze (Lecythidaceae) Submetida a Diferentes Substratos

Anna Karolina Ramalho Margatto, Marcia Regina Royer

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar a germinação e o desenvolvimento de sementes de jequitibá-rosa (Cariniana legalis), submetidas aos diferentes substratos. O experimento foi realizado em condições ambientais, porém, coberto com sombrite de 50% de luminosidade natural. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com cinco repetições, sendo a unidade experimental composta por 16 sementes. As sementes foram submetidas aos seguintes substratos: vermiculita, areia, bagaço de cana e papel toalha. Foram avaliados os parâmetros: porcentagem de germinação, índice de velocidade de germinação (IVG), comprimento da raiz primária (cm) e número de folhas por plantas normais. As médias dos tratamentos foram comparadas pelo teste de agrupamento Scott-knott (α = 0,05). Os resultados revelam que o substrato comercial vermiculita proporcionou o melhor desenvolvimento de folhas por plantas e comprimento da raiz primária para sementes de jequitibá-rosa, seguido pelo substrato areia. Para os parâmetros porcentagem de germinação e IVG não foi averiguado efeito significativo entre as médias dos tratamentos utilizados. Por conseguinte, o vermiculita é recomendado para emergência das plântulas de Cariniana legalis.

Palavras-chave


Cariniana legalis, germinação, semente florestal.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.