A relativização existencial dos presídios em áreas urbanas

João Luiz Campos, Marcelo Coelho

Resumo


A construção de presídios é de relevância inegável; entretanto sua alocação deve ser cuidadosamente sopesada, visto que a presença de tais instalações em áreas urbanas fere os direitos de muitos, que encontram no direito de vizinhança, através do uso adequado das áreas vizinhas, formas de possíveis garantias de seus domínios, tendo em vista a segurança, o sossego e a tranqüilidade.

Palavras-chave


zoneamento; limitações; soberania; nocividad; fugas; irregularidades; coletividad; regras; segurança; ordem; presídios

Texto completo:

Artigo_pdf


Revista Cesumar – Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9176 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1516-2664 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.