A Codependência Familiar de Indivíduos que Fazem o Uso Abusivo de Álcool

Luiz Arthur Rangel Cyrino, Bárbara Bretzke Araujo, Crislainy Camila dos Santos, Lilian Vegini Baptista

Resumo


O alcoolismo é uma patologia coletiva, pois afeta todos que estão ligados afetivamente ao usuário. O álcool é o principal produto psicotrópico depressor cerebral, além de importante causa de morbidade e mortalidade. O usuário é denominado de “dependente” e amigos e família são denominados de “codependentes”, pois vivem em função da pessoa dependente e muitas vezes não reconhecem sua condição. O estudo realizado aborda possíveis causas, sintomas que se manifestam em codependentes, e formas de tratamento da codependência a partir de uma revisão de literatura com referencial teórico na neurociência e na psicologia. A coleta de dados é de caráter bibliográfico e as informações foram colhidas desde artigos, livros e websites. Esta pesquisa aponta a necessidade de compreender e envolver a família no tratamento da dependência química, visto que o aspecto familiar exerce influência direta no comportamento do dependente e pode promover mudanças no quadro geral da família.

Palavras-chave


Dependência química; Codependência; Família; Alcoolismo

Texto completo:

PDF


Revista Cesumar - Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil

Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1516-2664 Impressa
ISSN 2176-9176 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.