GESTÃO DO CONHECIMENTO NO ENSINO PÚBLICO: UMA AGENDA DE PESQUISA

Caio Pisconti Machado, Arthur Gualberto B. da C. Urpia, Leticia Fleig Dal Forno

Resumo


Esta pesquisa possui como objetivo analisar como os processos organizacionais, na perspectiva da Gestão do Conhecimento (GC), contribuem para a resolução dos problemas específicos da gestão escolar pública. Para isto, utilizou-se de uma abordagem descritiva, de natureza qualitativa, ancorada por uma revisão bibliográfica interdisciplinar, referente às áreas: educação, gestão e gestão do conhecimento. Como resultados de pesquisa, identificou-se que a administração, no contexto da educação, é intrínseca à própria prática educativa e se apresenta como um dos problemas da educação na atualidade. Logo, como resposta a estas demandas, propôs-se, com base na literatura pesquisada, um ciclo de implementação de processos organizacionais em GC, específico para organizações do ensino público. O ciclo traz aos gestores escolares observações sob como se poderá implementar as práticas organizacionais baseadas na GC. Anexo a esta proposta, sugere-se um roteiro de implementação do ciclo, que descreve como implementar estes processos, adequando-os à realidade do ambiente escolar público.

Palavras-chave


Gestão do conhecimento; Gestão escolar pública, Processos organizacionais.

Texto completo:

PDF

Referências


AZIZ, K.A. Application reality of knowledge management processes practice in leaning resources centres: case study of learning resources centres in Makkah al-Mukarramah schools in Saudi Arabia. Procedia Computer Science, v. 65, 2015.

BATISTA, F.F.; QUANDT, C.O.; PACHECO, F.F.; TERRA, J.C.C. Gestão do conhecimento na administração pública. Brasília: Ipea, 2005. 125p. (Texto para Discussão, n. 1095).

BATISTA, F.F. (Org.) Experiências internacionais de implementação da gestão do conhecimento no setor público. Rio de Janeiro: Ipea, 2016.

BATISTA, F.F. Modelo de gestão do conhecimento para a administração pública brasileira: como implementar a gestão do conhecimento para produzir resultados em benefício do cidadão. Brasília: Ipea, 2012.

CAVALCANTI, M.; GOMES, E. Inteligência empresarial: um novo modelo de gestão para a nova economia. Produção, v.10 n.2, p.53-64, maio 2001.

COELHO, A.D.S. Gestão escolar e inovação: novas tendências em gestão escolar a partir das gestão escolar e inovação. 2011. Tese (Doutorado em educação) – Pontifícia Universidade Católica (PUCSP), São Paulo, 2011.

DAMACENO, R.S. Ambiência para gestão do conhecimento nas escolas públicas de Taguatinga. 2013. Dissertação (Mestrado em Gestão do Conhecimento e Tecnologia da Informação) – Universidade Católica de Brasília, 2013.

DOURADO, L.F. Gestão da educação escolar. Brasília: Universidade de Brasília, Centro de Educação a Distância, 2006.

FRANCINI, W.S. A gestão do conhecimento: conectando estratégia e valor para a empresa. Scielo: RAE-eletrônica, vol.1 nº 2 jul./dez, 2002.

GUIMARÃES, S.K. Empreendedorismo intensivo em conhecimento no brasil. Caderno CRH, Salvador, v. 24, n. 63, p. 575-591, set./dez. 2011.

LASTRES, H.M.M. Informação e conhecimento na nova ordem mundial. Ci. Inf., Brasília, v. 28, n. 1, p. 72-78, jan. 1999.

LIBÂNEO, J.C. O sistema de organização e gestão da escola, UNESP, 2010. Disponível em:. Acesso: 05 set. 2016.

LÜCK, H. Gestão escolar e formação de gestores. Em aberto, Brasília, v. 17, n. 72, p. 1-195, fev./jun. 2000.

LÜCK, H. Perspectivas da gestão escolar e implicações quanto à formação de seus gestores. Em Aberto, Brasília, v. 17, n. 72, p. 11-33, fev./jun. 2000.

MASSARO, M.; DUMAY, J.; GARLATTI, A. Public sector knowledge management: a structured literature review. Journal of Knowledge Management, v. 19, n. 3, p. 530-558, 2015.

PORÉM, M.E.; SANTOS, V.C.B.; BELLUZZO, R.C.B. Vantagem competitiva nas empresas contemporâneas: a informação e a inteligência competitiva na tomada de decisões estratégicas. Intexto, Porto Alegre, n. 27, dez. 2012.

PRODANOV, C.C.; FREITAS; E.C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

SILVA, E.L.; MENEZES, E. M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4. ed. Florianópolis: UFSC, 2005.

SINGH, R. M.; GUPTA, M. Knowledge management in teams: empirical integration and development of a scale. Journal of Knowledge Management, v. 18, n. 4, p. 777-794, 2014.

SMUTS, H.; SMUTS, A.V.D.; LOOCK, M.; KOTZÉ, P. A framework and methodology for knowledge management system implementation. In: ANNUAL CONFERENCE OF THE SOUTH AFRICAN INSTITUTE OF COMPUTER SCIENTISTS AND INFORMATION TECHNOLOGISTS, 2009. Proceedings… Vanderbijlpark, Emfuleni, South Africa, oct. 2009.

SOUSA, A.D.D. As práticas de gestão de conhecimento nas organizações públicas: o ministério da justiça. 2002. Dissertação (Mestrado em Gestão Empresarial Pública) - Escola Brasileira de Administração Pública – EBAP, Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2002.

SOUZA, A.M.; KURTZ, D.J. Análise de modelos para a gestão do conhecimento organizacional: o caso serviço social da indústria-SESI/PE. International Journal of Knowledge Enginnering and Management, Florianópolis, v.3, n.6, p. 64-88, jul./nov. 2014.

WITTMANN, L. C. Autonomia da escola e democratização de sua gestão: novas demandas para o gestor. Em Aberto, Brasília, p. 88-96 fev./jun. 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/1516-2664.2017v22n1p145-165

Revista Cesumar - Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil

Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1516-2664 Impressa
ISSN 2176-9176 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.