ESTILO PARENTAL E VARIÁVEIS PSICOSSOCIAIS COMO FATORES DE RISCO OU PROTEÇÃO PARA A GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA

Maria Estela Martins Silva

Resumo


A gravidez precoce relaciona-se a problemas psicossociais e econômicos, sendo considerada problema de saúde pública em vários países. A gravidez pode representar uma fuga da convivência em uma família de ambiente coercitivo, ou o seguimento de um modelo fornecido pelos próprios pais, podendo se relacionar assim, com o estilo parental de educação. O objetivo deste artigo é discutir os estilos parentais como fatores de risco ou proteção para a gravidez na adolescência, e outras variáveis psicossociais como a influência exercida pelo grupo de pares e a coexistência de técnicas conflitivas de controle sexual, que podem competir entre si, pois as agencias, governamentais, educacionais, religiosas e familiares ora adotam um padrão mais severo, ora adotam posturas liberais, sem o esclarecimento e a coerência necessários para o desenvolvimento da autonomia responsável. Conclui-se que se faz necessária a instrumentalização do adolescente para reagir de forma assertiva diante de grupos, parceiros e ambientes coercitivos, a promoção de ambientes familiares respeitosos nas relações afetivas e o desenvolvimento do comportamento responsável por meio de uma educação sexual clara, que evita posturas ambivalentes ou conflituosas no desenvolvimento do autocontrole sexual.

Palavras-chave


Gravidez na adolescência; Práticas educativas; Autocontrole.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, T. M.; ROCHA, L. S. Gravidez na Adolescência: Reconhecimento do Problema para Atuação do Enfermeiro na sua Prevenção. ANAIS SIMPAC, v. 7, n. 1, 2017.

ALVARENGA, P. A.; WEBER, L. N. D.; BOLSONI-SILVA, A. T. Cuidados parentais e desenvolvimento socioemocional na infância e na adolescência: uma perspectiva analítico-comportamental. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva, v. 18, n. 1, 2016.

AMORIM, M. M. R. et al. Fatores de risco para a gravidez na adolescência em uma maternidade-escola da Paraíba: estudo caso-controle. Rev. Bras. Ginecol. Obstet., Rio de Janeiro, v. 31, n. 8, p. 404-410, ago. 2009.

BANACO, R. A. Adolescentes e Terapia comportamental. In: Rongè, B. (Org.). Psicoterapia comportamental e cognitiva. São Paulo: [s.n.], 1998. p. 143-8,

BANDURA, A. Modificação do comportamento: principles of behavior modification. Trad. Eva Nick e Luciana Peotta. Rio de Janeiro, 1979.

BARBOSA ROMERA LEME, V. et al. Habilidades sociais e o modelo bioecológico do desenvolvimento humano: análise e perspectivas. Psicologia & Sociedade, v. 28, n. 1, 2016.

BAUM, W. M. Compreender o Behaviorismo. [s.l.]: Artmed, 2009.

BAUMRIND, D. Current patterns of parental authority. Developmental Psychology Monograph, v. 4, n. 1, Pt.2, 1971.

CAMPOS, J. R.; DEL PRETTE, A.; PEREIRA DEL PRETTE, Z. A. Depressão na adolescência: habilidades sociais e variáveis sociodemográficas como fatores de risco/proteção. Estudos e Pesquisas em Psicologia, v. 14, n. 2, 2014.

CECCONELLO, A. M.; ANTONI, C. de; KOLLER, S. H. Práticas Educativas, Estilos Parentais e Abuso Físico no Contexto Familiar. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 8, n. esp., p. 45-54, 2003.

COSTA, M. A. et al. Fatores que obstam na comunicação entre pais e filhos adolescentes sobre sexualidade. Revista de Enfermagem da UFSM, v. 4, n. 1, p. 123-132, 2014.

CRUZ, M. S. da; CARVALHO, F. J. V.; IRFFI, G. Perfil socioeconômico, demográfico, cultural, regional e comportamental da gravidez na adolescência no Brasil. RCIPEA, 2016.

DE AZEVEDO, W. F. et al. Complicações da gravidez na adolescência: revisão sistemática da literatura. Einstein, 2015.

DE LUCA, L. O Problema sexual da adolescente. São Paulo: Almed, 1980.

DIAS, A. C. G.; GOMES, W. B. Sexualidade e métodos contraceptivos: A importância da comunicação em família. VIDYA, v. 23, n. 40, p. 14, 2015.

FOGAÇA, F. F. S. et al. Avaliação de habilidades sociais de adolescentes em conflito com a lei em interações com familiares e amigos: uma análise de metacontingências. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal de São Carlos, 2015.

FORMIGA, N. S. Teste de um modelo causal entre valores humanos e condutas desviantes em jovens. Salud & Sociedad, v. 2, n. 1, p. 80-88, 2016.

GOMES, S.P.M. A Influência dos pares no comportamento delinquente dos jovens: Dados do ISRD-3. Dissertação - Universidade do Minho, 2016.

GOMIDE, P. I. C. Efeitos das práticas educativas no desenvolvimento do comportamento anti-social. In: Marinho, M. L.; CABALLO, V. E. (Org.). Psicologia Clínica e da Saúde. Londrina: Ed. UEL, 2001. p. 55-75.

GOMIDE, P. I. C.; PINSKY, I. A Influência da mídia e o uso das drogas na adolescência: adolescência e drogas. São Paulo: Contexto, 2004. p. 54-67.

GUIMARAES, E. A.; WITTER, G. P. Gravidez na adolescência: conhecimentos e prevenção entre jovens. Bol. - Acad. Paul. Psicol., São Paulo, v. 27, n. 2, p. 167-180, dez. 2007.

HAYDU, V. B. Aprendizagem: desenvolvimento e adaptação. In: ZAMBERLAN, M. A. T. (Org.). Psicologia e prevenção: modelos de intervenção na infância e adolescência. Londrina: Eduel. 2003. p.103-139.

RIOS, J. B. S.; FERREIRA, D. F.; BATISTA, E. C. Práticas Educativas e Estilos Parentais: uma Revisão Bibliográfica da Literatura Brasileira. Revista Uniabeu, v. 9, n. 21, p. 17-31, 2016.

SANTOS, N. O. et al. A Gravidez na adolescência na favela Sururu de Capote em Maceió, Alagoas. Psicol. Hosp. (São Paulo), v. 12, n. 2, p. 45-64, dez. 2014.

SIDMAN; ANDERY; SÉRIO, MURRAY; ANDERY, M. A.; SÉRIO, T. M. Coerção e suas Implicações. [s.l.]: Psy, 1995.

SILVA, A. A. A. et al. Fatores associados à recorrência da gravidez na adolescência em uma maternidade escola: estudo caso-controle. Cad. Saúde pública, v. 29, n. 3, p. 496-506, 2013.

SILVA, J. C. B. et al. Mortalidade Materna em Adolescentes no Estado de Santa Catarina, 1996 a 2013. Revista de Saúde Pública de Santa Catarina, v. 8, n. 3, p. 34-44, 2015.

SILVARES, E. F. M. Sexualidade na infância: quando e como intervir. In: MARINHO, M. L.; CABALLO, V. E. (Org.). Psicologia Clínica e da Saúde, Londrina: Ed. UEL, 2001. p. 55-75.

SKINNER, B. F. Ciência e Comportamento Humano. São Paulo: Martins Fontes, 1953/1998.

VALENTE, J. Y. Prevenção do uso de drogas na adolescência: intervindo nos estilos parentais. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, 2016.

WEBER, L. Eduque com carinho: equilíbrio entre amor e limites. Porto Alegre: Juruá, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/1516-2664.2017v22n2p443-462

Revista Cesumar - Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil

Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1516-2664 Impressa
ISSN 2176-9176 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.