SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO EM FUMICULTORES COM CERTIFICAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO

Dalva Paulista Miaqui, Cezar Augusto Romano, Maria Aparecida Cassilha Zawadneak

Resumo


O Brasil é o segundo maior produtor de tabaco do mundo e o maior exportador do produto. No campo, há predomínio de produtores de agricultura familiar que produzem a matéria-prima, vendendo-a exclusivamente para a agroindústria do tabaco, sob Sistema de Integração de Produção. Nesse sistema, todos os trabalhadores envolvidos nos diferentes processos produtivos, inclusive fornecedores e subcontratados, devem seguir normas entre as quais as de Segurança e Saúde Ocupacional. O presente estudo objetivou verificar se a indústria fumageira com certificação do Sistema de Gestão Integrado está repassando as questões de Segurança e Saúde do Trabalho aos seus fornecedores de matéria-prima. O estudo foi conduzido em um município do Núcleo Regional de União da Vitória, PR. Para a coleta de dados foram realizadas entrevistas em 11 propriedades agrícolas, que comportam diretamente 29 trabalhadores rurais envolvidos na fumicultura. A metodologia utilizada foi de estudo de caso múltiplo, por meio de observação direta e entrevistas. As atividades realizadas nas propriedades pelos fumicultores na época de colheita e secagem do fumo caracterizaram-se pela carga horária média de trabalho de 11 horas. Observou-se falta de treinamento efetivo do modo de usar o Equipamento de Proteção Individual (EPI) e de procedimentos de sua manutenção. Os sintomas relacionados à Doença da Folha Verde do Tabaco (DFVT) ou intoxicações com agroquímicos informados pelos trabalhadores foram semelhantes nas diferentes propriedades. Os resultados obtidos demonstram a ausência de diferenciação no tema segurança e saúde do trabalho entre as indústrias com ou sem certificação do Sistema de Gestão Integrado na Região.

Palavras-chave


Tabaco; Agricultura familiar; Certificação SGI.

Texto completo:

PDF

Referências


AFUBRA. Associação dos Fumicultores do Brasil. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2016.

BECK, P. C. L. A Produção de Tabaco e as Doenças que Afetam os Agricultores pela Exposição Ocupacional. 2013. 44f. Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Graduação Tecnológica em Desenvolvimento Rural – PLAGEDER) - Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS, Cachoeira do Sul, 2013.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Norma Regulamentadora (NR 31), Segurança e saúde no trabalho na agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal e aquicultura. Portaria n. 86, de 03/03/05 – DOU de 04/03/05. Disponível em: . Acesso em: 29 out. 2016.

CARGNIN, M. C. dos S.; TEIXEIRA, C. de C.; MASTOVANI, V. M.; LUCENA, A. de F.; ECHER, I. C. Cultura do Tabaco Versus Saúde dos Fumicultores, 2016. Disponível em: . Acesso em: 11 out. 2016.

CASTRO, L. S. P. de; MONTEIRO, J. K. Fumicultores advertem: a causa do seu sofrimento é a exploração no trabalho. Psicologia & Sociedade, v. 27, n. 1, p. 87-97, 2015. Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo/RS, Brasil. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2016.

CUNICO, M. D. A percepção de riscos ocupacionais pelos fumicultores das comunidades de Itaíba (Marmeleiro - PR) e Volta Grande (IRATI - PR). 2013. 116f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, Pato Branco (PR), 2013.

DALLAGO FILHO, A. Avaliação da relação produtor: empresa no sistema integrado de produção agrícola na cultura de fumo. 2003. 99f. Dissertação de Mestrado em Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2003.

DESER. Departamento de Estudos Socioeconômicos Rurais. Tabaco, da Produção ao Consumo, uma cadeia de Dependência. Revista do Departamento de Estudos Sócio-Econômicos Rurais. Curitiba (PR), ago. 2010. Disponível em: . Acesso em: 11 ago. 2016.

HEEMANN, F. O cultivo do fumo e condições de saúde e segurança dos trabalhadores rurais. 2009. 170f. Dissertação (Engenharia de Produção) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

INÁCIO, A. F. Exposição Ocupacional e Ambiental a Agrotóxicos e Nicotina na Cultura de Fumo do Município de Arapiraca. 2011. 100f. Dissertação (Doutorado) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, Rio de Janeiro, 2011.

IPARDES. Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social. Caderno Estatístico. Disponível em: . Acessado em: 05 jan. 2017.

NUNES, G. C. Uso do EPI: Equipamentos de Proteção Individual nas pequenas propriedades rurais produtoras de fumo no Município de Jacinto Machado, SC. 2010. 59 f. Monografia (Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho) - Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC, 2010.

OLIVEIRA, F. de; COSTA M. C. F. Cultivo de Fumo (Nicotiana tabacum L.). Universidade de São Paulo – USP, 2012.Disponível em: . Acessado em: 19 out. 2016.

RIBEIRO NETO, J. B. M. Sistemas de gestão integrados: qualidade, meio ambiente, responsabilidade social, segurança e saúde no trabalho. 4. ed. rev. São Paulo: Senac. São Paulo, 2013.

SCHOENHALS, M.; FOLLADOR, F. A. C.; SILVA, C. da. Análise dos impactos da fumicultura sobre o meio ambiente, à saúde dos fumicultores e iniciativas de gestão ambiental na indústria do tabaco. Rev. Engenharia Ambiental, Espírito Santo do Pinhal, v. 6, n. 2, p. 16-37, maio/ago. 2009.

SILVA, F. R. da. Risco ocupacional em fumicultores: genotoxicidade associada a susceptibilidade genética. 2011. 171 f. Tese (Genética e Biologia Molecular) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

SINDITABACO - Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco, 2016. Disponível em . Acesso: 05 ago. 2016.

VEIGA, M. M. Agrotóxicos: eficiência econômica e injustiça socioambiental. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 12, n. 1, p. 145-152, jan./mar. 2007. Disponível em: . Acessado em: 15 jan. 2017.

ZIMMERMANN, M. Convenção-quadro para o controle do tabaco: perspectivas da fumicultura na região sul do Brasil. 2009. Dissertação (Mestrado profissional em Gestão de Políticas Públicas) -Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI, 2009.




Revista Cesumar – Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9176 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1516-2664 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.