Direito à Vida e à Dignidade de Vida

Danilo Lemos Freire, Ana Manuela Rampazzo

Resumo


A falta de conceituação é um dos fatores que ultimamente têm dificultado a aplicação do direito na realidade contemporânea, uma vez que como ciência sua principal característica deve ser a busca efetiva de resultados. Certo que o direito encontra-se inserido no mundo das ciências humanas, portanto inexatas, contudo tal inexatidão está pautada na característica de sua aplicação, e não em seus métodos de pesquisa e desenvolvimento. Por outro lado, a falta de conceitos precisos dificulta sua aplicação, e, dentro de uma realidade em que se relativiza tudo, é necessário que ao menos os conceitos básicos ou fundantes sejam contratos e soídos. Abordará desta forma uma caminhada aos diversos conceitos em diversas ciências acerca do objeto da dignidade humana.

Palavras-chave


Dignidade da Pessoa Humana; Dignidade de Vida; Vida Digna; Conceitos.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Indexado
REDIB; Sumários.Org; DOAJ; Ulrich’s International Periodicals Directory; Latindex; RVBI; ROAD; OCLC WorldCat

Revista Jurídica Cesumar - Mestrado
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9184 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br


ISSN 1677-6402 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.