Sustentabilidade e Sociedade da Informação

Sandra Regina Valério de Souza, Marcel Machado Muscat

Resumo


O artigo mostra de que forma o conceito de sustentabilidade se alargou na última década, podendo ser aplicado a qualquer tipo de empresa e atividade. Trabalha em duas vertentes, o da sustentabilidade ambiental e de diversas atividades ligadas à sociedade da informação. Demonstra as diferentes formas de produção sustentável e a valoração das empresas sustentáveis na pós-modernidade. Tentando traçar uma natureza jurídica para o conceito ampliado de sustentabilidade, o presente trabalho desenvolve um modelo de conduta sustentável que se baseia na aplicação dos princípios fundamentais constitucionais na atividade empresarial. Explora principalmente a função social das empresas como princípio implícito constitucional. Por meio de alguns efeitos e fatos, dá exemplos de atividades não sustentáveis e cria uma explicação jurídica para a insustentabilidade e seus efeitos.

Palavras-chave


Sustentabilidade; Conceito ampliado; Sociedade da informação; Função social da empresa

Texto completo:

PDF


Indexado
REDIB; Sumários.Org; DOAJ; Ulrich’s International Periodicals Directory; Latindex; RVBI; ROAD; OCLC WorldCat

Revista Jurídica Cesumar - Mestrado
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9184 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br


ISSN 1677-6402 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.