Globalização, Democracia e Sustentabilidade: Como Resolver a Equação?

Marianna Martini Motta Loss, Lucas Augusto da Silva Zolet, Cecília Pires

Resumo


O presente trabalho, por meio do método da revisão bibliográfica (law on the books), pretende expor a tensão aparentemente existente entre globalização, democracia e sustentabilidade. Como solução, aponta a possibilidade de convivência conjunta das três instituições a partir da angularização da relação entre globalização e democracia a ser feita pela inserção da sustentabilidade. Propõe-se, desse modo, o desenvolvimento da globalização para além da dimensão econômica, da democracia para além da representação e da sustentabilidade para além do antropocentrismo. Assim, será possível que os três ideais da Revolução Francesa – liberdade, igualdade e solidariedade –, que são o tripé dos princípios constitucionais sensíveis, ganhem eficácia e concretização.

Palavras-chave


Democracia; Globalização; Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9184.2015v15n1p129-152

Indexado
REDIB; Sumários.Org; DOAJ; Ulrich’s International Periodicals Directory; Latindex; RVBI; ROAD; OCLC WorldCat

Revista Jurídica Cesumar - Mestrado
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9184 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br


ISSN 1677-6402 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.