A PESSOA COM DEFICIÊNCIA E A SUA INCLUSÃO NO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO

Gláucia Cristina Ferreira, Ivan Dias da Motta

Resumo


A relevância dos direitos da personalidade conforme suas prerrogativas são advindas dos direitos fundamentais do ser humano, porque os direitos da personalidade vêm definidos como direitos essenciais, considerados como o conteúdo mínimo necessário e imprescindível da personalidade humana. Com a atuação do Poder Público busca-se garantir os meios de acesso à educação e comunicativos básicos a todos os cidadãos, incluindo acesso à acessibilidade, somadas às políticas públicas de qualidades e atuação judiciária consciente das obrigações em matéria de direitos humanos. Assegurar o acesso à educação é promover inclusão social, acabando com os grupos fechados, integrando entre si, todos numa mesma comunidade. No trabalho de ajudar as instituições de ensino no país em relação à acessibilidade, com os pressupostos do Sinaes (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior), pode-se entender o processo da educação inclusiva, que no momento tem se representado um desafio para a educação superior.

Palavras-chave


Direitos da personalidade; Direitos humanos; Pessoa com deficiência; Qualidade no ensino superior; Inclusão e acessibilidade

Texto completo:

PDF

Referências


ALVAREZ, Monique Modesto Ungar. Ativismo Judicial: o conflito entre a Microjustiça e a Macrojustiça no contexto do Direito Fundamental à Educação. Revista eletrônica Direito UNIFACS – Debate Virtual. Disponível em: . Acesso em: 29 maio 2016.

ANDRADE, Fábio Siebeneichler de. A tutela dos direitos da personalidade no direito brasileiro em perspectiva atual. Revista Derecho del Estado, Bogotá, no. 30, jan./jun. 2013.

ANGULO, Felix R. O planejamento da qualificação da escola: o leigo graal da mudança educacional. In: MURILLO, F.J.; REPISO, M. M et al. A qualificação da escola: um novo enfoque. Porto Alegre: Artmed, 2007. p. 128.

BELTRÃO, Silvio Romero. Direitos da Personalidade: de Acordo com o Novo Código Civil. São Paulo, SP: Atlas, 2005, p. 47-48.

BOAVENTURA, Edivaldo M. Direito à Educação. Revista eletrônica Direito UNIFACS – Debate Virtual. Disponível em: . Acesso em: 29 maio 2016.

BRASIL - Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Decreto Nº 129, de 22 de maio de 1991. Promulga a Convenção nº 159, da Organização Internacional do Trabalho - OIT, sobre Reabilitação Profissional e Emprego de Pessoas Deficientes. Disponível em: . Acesso em: 03 março 2017.

BRASIL. Decreto Nº 6.949, de 25 de agosto de 2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2017.

BRASIL. Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA (Lei nº 8.069/90). Disponível em: . Acesso em: 29 maio 2016.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância. Brasília, Junho de 2015. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2016.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB, (Lei nº 9.394/96). Disponível em: . Acesso em: 21 maio 2017.

BRASIL. Lei Nº 10.098, DE 19 de dezembro de 2000. Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2017.

BRASIL. Lei Nº 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 26 mar. 2017.

BRASIL. Lei Nº 12.764, de 27 de dezembro de 2012. Institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2017.

BRASIL. Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência) – NOVO. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2017.

BRASIL. O que faz: Cuidador de Alunos com Necessidades Especiais. Nova concursos: Cargos Públicos. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2017.

BRASIL. Portaria Normativa Nº 40, de 12 de dezembro de 2007. Institui o e-MEC, sistema eletrônico de fluxo de trabalho e gerenciamento de informações relativas aos processos de regulação, avaliação e supervisão da educação superior no sistema federal de educação, e o Cadastro e-MEC de Instituições e Cursos Superiores e consolida disposições sobre indicadores de qualidade, banco de avaliadores (Basis) e o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) e outras disposições. Disponível em: . Acesso em: 26 fev. 2017.

BRASIL. Regulamento de Monitoria. Escola Politécnica de São Paulo - USP. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2017.

BUCCI, Maria Paula Dallari. O art. 209 da Constituição 20 anos depois: Estratégias do Poder Executivo para a efetivação da diretriz da qualidade da educação superior. Fórum Administrativo. DiT.Ptíblico - FA, Belo Horizonte, allo9, n. 105. p. 48-63, 2009. p. 57.

CAMPOS, Arimar Martins. O plano nacional de educação (2011-2020) e a educação especial na perspectiva da educação inclusiva: propostas e desafios. ANPAE – SIMPOSIO. Prefeitura Municipal de Santos – Seduc. 2011. p. 4. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2017.

CASTRO, Maria Helena Guimarães de. Sistemas nacionais de avaliação e de informações educacionais. São Paulo: Em Perspectiva, v. 14, n. 1, 2000. p. 123-124.

CUPIS, Adriano de. Os Diretos da Personalidade. 2. ed. São Paulo: Quorum. 2008.

CURY, Carlos Roberto Jamil. A gestão democrática na escola e o direito à educação. RBPAE, v. 23, n. 3, set./dez. 2007. p. 486-494.

FREITE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 37. ed. São Paulo: Paz e Terra. 2008. p.24.

GRIBOSKY, Claudia Maffini. Competitividade e mudanças no DNA Institucional: construindo a educação superior do futuro. REIS, Fabio Garcia (Org.). São Paulo: Cultura, 2014. p, 123; 125; 126; 130 e 132.

HEINZMANN, Clara. Fachin, Zulmar. Os Direitos da Personalidade como Direitos Subjetivos Públicos. Revista Jurídica Cesumar - Mestrado, v. 10, n. 1, p. 217-234, jan./jun. 2010.

KUZUYABU, Maria. Livre Acesso. Revista: Ensino Superior, ano 18, nº 206, fev. 2016. p. 23-26.

MADRUGA, Sidney. Pessoas com deficiência e direitos humanos: ótica da diferença e ações afirmativas. São Paulo-SP: Saraiva, 2013. p.126, 181, 182, 221, 247, 248 299, 315, 316, 320, 322 e 323.

MANGILI, Ana Raquel Périco. Conheça a profissão do cuidador da pessoa com deficiência. Associação de Deficientes Auditivos, Pais, Amigos e Usuários de Implante Coclear. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2017.

MORAES, Alexandre de. Direitos humanos fundamentais: teoria geral, comentários aos arts. 1º a 5º da Constituição da República Federativa do Brasil, doutrina e jurisprudência. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2000.p.19.

MORAES, Dislane Zerbinatti; GALLEGO, Rita de Cassia; SILVA, Vivian Batista da. Desafios da Avaliação no Ensino Superior: um exame dos discursos presentes em periódicos educacionais brasileiros (2000-­2010). In: Encontro do CIED, 7., Encontro Internacional em Estudos Educacionais, 1., 2010. Anais... Avaliação: Desafios e Riscos. 2010. p. 292.

NUNES, Edson de Oliveira. Educação Superior no Brasil: estudos, debates, controvérsias. Rio de Janeiro: Garamond. 2012. p. 33, 40, 396, 405, 406, 407, 421, 430, 547 e 569.

PEREIRA, Gabriela Cristina. A Monitoria como auxilio ao processo de ensino-aprendizagem: um estudo de caso no curso de ciências contábeis da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC: [s.n.], 2009. p. 37.

STANCIOLI, Brunello. Sobre os Direitos da Personalidade no Novo Código Civil Brasileiro. Disponível em: . Acesso em: 22 maio 2016.

TRINDADE, H. Desafios, institucionalização e imagem pública da CONAES. Brasília, DF: UNESCO/MEC, 2007. p.12.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9184.2017v17n3p831-860

Indexado
REDIB; Sumários.Org; DOAJ; Ulrich’s International Periodicals Directory; Latindex; RVBI

Revista Jurídica Cesumar - Mestrado
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1677-6402 Impressa
ISSN 2176-9184 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.