A Influência dos Dentifrícios Sobre a Escovação Dentária de Pacientes da FO-UFMG

Lilian Nádia Almeida da Silva, Flávio de Freitas Mattos

Resumo


O objetivo deste foi verificar a influência dos flavorizantes presentes nos dentifrícios sobre a motivação para a higiene bucal, particularmente sobre o tempo destinado à sua execução. Metodologia: Foram selecionados 100 indivíduos adultos de ambos os sexos e cor que fazem tratamento na FO-UFMG. Os pacientes foram divididos em dois grupos, sendo solicitado para o grupo A escovação dos dentes com dentifrício de marca comercial e para o grupo B, escovação com um dentifrício manipulado sem flavorizantes. Foi medido o tempo de escovação dos dois grupos. Em um segundo momento, os dentifrícios foram trocados: o grupo A recebeu aquele sem flavorizantes e o grupo B, o de marca comercial e o tempo de escovação foi medido novamente. Nessa última etapa, foi solicitado também que respondessem a um questionário sobre saúde bucal. Resultados e conclusões: Há influência da refrescância do dentifrício sobre o tempo de escovação dentária entre pacientes, principalmente do sexo masculino, aumentando-o.

Palavras-chave


Dentifrício; Escovação; Higiene Bucal; Motivação; Prevenção; Toothpaste; Tooth Brushing; Oral Hygiene; Motivation; Prevention.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.