Espécies de Mentha Podem Auxiliar na Redução de Fatores de Risco Vascular em Pacientes Diabéticos

Sandra Maria Barbalho, Flávia Maria Vasques Farinazzi, Ellen Landgraff Guiguer, Patricia Helena Silva, Vanessa Selis Silva, Marie Oshiiwa, Ricardo Alvares Goulart

Resumo


O uso de plantas medicinais pode auxiliar no tratamento de diabetes e suas complicações. Com base nisto, o objetivo deste trabalho foi investigar o efeito do suco de duas espécies de hortelã no perfil bioquímico, antropométrico e na pressão arterial de pacientes com diabetes mellitus. Participaram deste estudo indivíduos diabéticos (ambos os sexos) divididos em grupo que consumiu suco de mentha. piperita e que consumiu suco de mentha spicata (de 40g folhas/dia). Análises de colesterol total, triacilglicerídeos, LDL-c, HDL-c, TGO, TGP, creatinina, IMC e pressão arterial foram realizadas antes e após 50 dias de tratamento. O grupo tratado com mentha spicata mostrou redução significativa na glicemia após tratamento, colesterol total, LDL-c e na pressão arterial. Também mostrou aumento nos níveis de HDL-c. O grupo tratado com M. piperita mostrou redução significativa nos níveis de colesterol total e LDL-c e aumento de HDL-c. Com base nestes resultados pode-se concluir que as espécies de mentha podem auxiliar na redução de fatores de risco de síndrome metabólica em pacientes diabéticos.

Palavras-chave


Diabetes mellitus; Síndrome Metabólica; Glicemia; Mentha piperita; Mentha spicata

Texto completo:

PDF


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.