Protocolos de Reabilitação após Cirurgia de Capsuloplastia de Ombro: Revisão da Literatura

Michelle Rosana Paniça Valência, Maura Franciele Pereira Beni, Ligia Maria Facci

Resumo


O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão da literatura sobre os diferentes protocolos de reabilitação pós-cirúrgica de pacientes submetidos à capsuloplastia. O levantamento bibliográfico foi realizado com publicações entre os anos de 1997 a 2008 em bases de dados online, além da busca manual em revistas especializadas e livros-textos. A instabilidade glenoumeral pode ser classificada quanto à direção em anterior, posterior e multidirecional e quanto à sua etiologia em traumática e não traumática, podendo ser tratada a princípio com o tratamento conservador. Os casos que não respondem à reabilitação conservadora podem ser tratados cirurgicamente por métodos que diminuem o volume capsular e provocam aumento da resistência capsular. Independente da técnica cirúrgica, para se obter êxito na reabilitação pós-cirúrgica faz-se necessário um perfeito entrosamento entre o cirurgião e o fisioterapeuta, que deve iniciar a reabilitação imediatamente, além de fornecer esclarecimentos ao paciente sobre o prognóstico e tempo de reabilitação. Um programa de reabilitação bem planejado e completo, que permita restaurar amplitude de movimentos, flexibilidade, coordenação e força muscular, deve ser valorizado antes do retorno ao esporte ou trabalho pesado.

Palavras-chave


Ombro; Instabilidade; Cirurgia; Reabilitação.

Texto completo:

Artigo_Pdf

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.