Exercício Físico e seus Efeitos Sobre o Sistema Imune dos Idosos

Vinícius Coneglian Santos, Aniely Coneglian Santos

Resumo


O envelhecimento causa vários tipos de modificações no sistema imune, que em geral são conhecidas como imunossenescência. A imunossenescência causa alterações fisiológicas que têm impacto direto tanto sobre o sistema imune inato quanto adquirido, desencadeando um aumento na incidência de doenças infecciosas, morbidade e mortalidade entre idosos. O objetivo desta pesquisa foi demonstrar que a participação em atividades físicas é importante meio de conter as alterações imunes provocadas pelo envelhecimento. O exercício físico em idosos quando realizado adequadamente pode ter muitos benefícios, dentre eles: aumento na capacidade funcional, diminuição da incidência de infecções, melhora da saúde cardiovascular, aumento da massa muscular, melhora no aspecto psicológico, etc. O exercício também impacta sobre vários aspectos da resposta imune de idosos, incluindo atividade proliferativa das células T, atividade das células natural Killer (NK) e produção de citocinas. Assim, programas de atividade física bem orientados podem ser um meio eficaz de conter as alterações imunes provocadas pelo envelhecimento.

Palavras-chave


Idosos; Sistema Imune; Exercício Físico.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.