Prevalência de Desnutrição em um Hospital Público da Grande Vitória – ES - Brasil

Roberta Pereira dos Santos, Jaqueline Morete dos Santos, Juliana Andrade Pagung, Luciene Rabelo Oliveira, Luciane Bresciani Salaroli

Resumo


Objetivo: Conhecer a prevalência de desnutrição hospitalar em um hospital público da grande Vitória, através da avaliação nutricional subjetiva e objetiva em adultos hospitalizados. Métodos: Pacientes internados em um hospital público da grande Vitória/ES tiveram dados antropométricos e bioquímicos coletados durante dois meses e, então, foi realizada avaliação nutricional subjetiva e objetiva. Foram avaliados 93 pacientes, com idade entre 18 a 65 anos, sendo 61 (65,6%) homens e 32 (34,4%) mulheres. Os resultados foram analisados através de estatística descritiva e exploratória. Resultados: Relacionando o tempo de internação com o estado nutricional verificou-se que, dos pacientes internados até 30 dias, 56,3% encontravam-se eutróficos, dos que estavam hospitalizados entre 31 a 90 dias, 68% tiveram prevalência de desnutrição e acima de 90 dias 57,1% estavam eutróficos. Conclusão: Em vista dos resultados, pode-se concluir que é frequente a ocorrência de desnutrição ou risco nutricional em doentes hospitalizados, sendo que a detecção prévia da desnutrição é de grande importância e que a presença da equipe de terapia nutricional é fundamental para que um tratamento adequado seja oferecido ao paciente.

Palavras-chave


Estado Nutricional; Avaliação Subjetiva Global; Desnutrição Hospitalar.

Texto completo:

Artigo_Pdf

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.