Análise Comparativa do Estado Nutricional de Pacientes com Câncer de Mama com Outros Diagnósticos de Câncer

Glauci Kelly Rodrigues Costa, Angela Andréia França Gravena

Resumo


O objetivo da pesquisa foi caracterizar e comparar o estado nutricional ao diagnóstico de pacientes com câncer de mama, com outros diagnósticos de câncer. Tratou-se de um estudo transversal, com aplicação de um roteiro de entrevista abordando as variáveis idade, sexo, tempo de diagnóstico, realização de alguma terapia antineoplásica por tempo superior a 10 sessões de aplicação, alteração de peso e apetite durante o tratamento, presença de efeitos colaterais, peso ao diagnóstico, peso atual, estatura e Índice de Massa Corporal (IMC). Constituiu-se 2 grupos de mulheres, de acordo com o diagnóstico de câncer: grupo I – mulheres com câncer de mama; grupo II – mulheres com outros diagnósticos de câncer. Foram avaliadas 53 pacientes do sexo feminino, sendo 26,4% com diagnóstico de câncer de mama e 73,6% com outros tipos de câncer, a idade média foi de 56,0±9,95 e 58,4±16,05, para os grupos I e II, respectivamente. O peso e IMC médio foi de 80,3 kg e 32,5 kg/m2 para o grupo I e 60,8 kg e 27,6 kg/m2 para o grupo II (p=0,006; p=0,009), com 66,0% das pacientes em excesso de peso. Analisando o estado nutricional dos grupos, o excesso de peso foi significativamente maior nas pacientes com câncer de mama, com 92,8% versus 56,4%, para as outras mulheres (p=0,01). Conclui-se que o aumento do peso corporal favorece o desenvolvimento do câncer de mama nas mulheres.

Palavras-chave


Câncer de Mama; Estado Nutricional; Excesso de Peso

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.