Prevalência de Sintomas de Bulimia Nervosa, Insatisfação da Imagem Corporal e Estado Nutricional em Acadêmicas de Nutrição

Cristiani Saldeira, Angela Andréia França Gravena

Resumo


O presente estudo teve como objetivo verificar a prevalência de sintomas de bulimia nervosa e a associação com a insatisfação da imagem corporal e o estado nutricional. Trata-se de um estudo transversal no qual foram avaliadas 47 universitárias do curso de Nutrição de uma instituição particular de ensino superior. Foram utilizados os instrumentos Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo (BITE) e o Body Shape Questionnare (BSQ). O estado nutricional foi analisado de acordo com Índice de Massa Corpórea (IMC), apontando que 78,7% apresentaram estado nutricional adequado. De acordo com BITE, 44,7% das universitárias possuem tendência de desenvolverem bulimia nervosa, enquanto que o BSQ demonstrou que 48,9% das universitárias apresentam algum tipo de distorção da imagem corporal. O estudo demonstrou que existe correlação significativa (p=0,0031) entre IMC e BSQ, revelando que universitárias com excesso de peso apresentaram distorção da imagem corporal, e BITE e BSQ (p=0,0001), no qual quanto maior a insatisfação com a imagem corporal, maior a tendência de desenvolver bulimia nervosa. Conclui-se que medidas de monitoramento e/ou prevenção devem ser adotadas na população estudada a fim de evitar que na sua prática profissional, o nutricionista comprometa a eficácia de seu atendimento por possuir síndromes instaladas ou comportamentos precursores das mesmas.

Palavras-chave


Bulimia Nervosa; Imagem Corporal; Estado Nutricional; Universitárias

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.