A Importância do Acompanhamento Psicológico Durante a Gestação em Relação aos Aspectos que Podem Prevenir a Depressão Pós-Parto

Aline Borba da Cunha, Jéssica Xister Ricken, Priscila de Lima, Solange Gil, Luiz Arthur Rangel Cyrino

Resumo


Este artigo apresenta alguns focos de pesquisas baseados no período gestacional onde ocorrem grandes transformações na mulher, que ocorrem nos aspectos físicos e psicológicos, gerando uma variedade de oscilações emocionais como temores, anseios, insegurança, dúvidas, tanto como alegria, euforia, que, em desequilíbrio, contribuem para o início de sintomas da depressão pós-parto (DPP). Uma busca por registros científicos centralizados nos métodos para prevenção da DPP caracteriza esse estudo onde já se comprova a utilização de estratégias psicossociais, psicofarmacológicas e hormonais, apesar de que ainda nenhuma intervenção isolada é considerada eficaz no controle do desenvolvimento da doença. Esta pesquisa trata de uma revisão de literatura científica realizada por meio dos resumos encontrados pela busca online, indexados em bases de dados virtuais. A abordagem psicoterapêutica é considerada de fundamental importância no tratamento, contando também com o apoio e acompanhamento familiar.

Palavras-chave


Depressão pós-parto; Acompanhamento Psicológico; Prevenção

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17765/1983-1870.2012v5n3p%25p

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1983-1870 Impressa
ISSN 2176-9206 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.