Importância da Equipe Multidisciplinar no Tratamento e Proservação de Fissuras Labiopalatinas

Renata Fernandes, Marli Aparecida Defani

Resumo


As anomalias craniofaciais mais comuns são as fissuras do lábio superior e do palato. As fissuras causam várias alterações que comprometem a fala, a estética, o posicionamento dentário, a deglutição, e podem provocar comprometimento auditivo. O tratamento é complexo, dependendo do grau de acometimento e pode durar até a idade adulta. A reabilitação funcional, estética e social deve ter início precocemente e ser acompanhada por equipe multiprofissional até seu total desenvolvimento. Esse trabalho objetiva proporcionar um conhecimento geral amplo aos profissionais da área da saúde a respeito das dificuldades que portadores de fissuras labiopalatinas apresentam em vários aspectos enfatizando a importância de uma equipe multiprofissional no diagnóstico precoce, tratamento e proservação destas alterações. Para a presente pesquisa realizou-se levantamento bibliográfico a partir de livros e publicações científicas vinculadas a bases de dados referenciadas. Espera-se que o presente trabalho forneça uma importante contribuição para que profissionais de diferentes áreas possam em conjunto, realizar diagnóstico, planejamento e tratamento adequados para cada tipo de fissura labiopalatina considerando as peculiaridades de cada caso.

Palavras-chave


Fissura Labial; Fissura Palatina; Tratamento; Equipe de Assistência ao Cliente

Texto completo:

PDF


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.