Perfil Sociodemográfico, Comportamento Sentário e Nível de Atividade Física em Adolescentes Escolares

Rafael Gomes de Souza Pompílio, Natalia Nunes Lima, Raquel Urbano da Silva, Daniel da Rocha Queiroz, Clara Maria Silvestre Monteiro de Freitas

Resumo


O objetivo deste estudo é descrever a exposição a comportamento sedentário de adolescentes escolares, assim como relacionar o mesmo com o nível de atividade física e o perfil sociodemográfico desta população. A amostra inclui estudantes do 9° ano do ensino fundamental (n=59). Sujeitos que relataram assistir, pelo menos, a três horas de TV foram classificados como expostos a comportamento sedentário. As análises foram realizadas através do teste Qui-quadrado e Exato de Fisher. A frequência de exposição de adolescentes a comportamento sedentário foi de 67,8% e de não exposto 32,2%. Identificou-se uma associação entre escolaridade materna e exposição a comportamento sedentário, não se associando ao mesmo as variáveis sexo, área da escola, idade e nível de atividade física. Este estudo evidenciou uma alta frequência de exposição a comportamento sedentário.

Palavras-chave


Atividade motora; Adolescentes; Estudantes; Conduta de Saúde

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17765/1983-1870.2013v6n2p%25p

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1983-1870 Impressa
ISSN 2176-9206 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.