Efetividade da Fisioterapia com Treinamento de Dupla Tarefa no Sistema Motor e Cognitivo em Indivíduos com Doença de Parkinson

Maria Eduarda Brandão Bueno, Ana Carolina dos Reis Andrello, Marcelle Brandão Terra, Isabela Andrelino de Almeida, Luana Beatriz Lemes, Cyntia Letícia Batistetti, Suhaila Smaili Santos

Resumo


Atualmente cresce o interesse na investigação dos transtornos não motores ocasionados pela doença de Parkinson (DP), desde a avaliação até o tratamento desses distúrbios. Deste modo, o objetivo deste estudo foi verificar a efetividade do treinamento da dupla tarefa no sistema motor e cognitivo em indivíduos com doença de Parkinson. Trata-se de estudo de série de casos, com nove indivíduos classificados entre os estágios 1,5 e 3 na escala de Hoehn e Yahr, avaliados antes e após um protocolo de intervenção, baseado no conceito Bobath, por meio dos seguintes instrumentos: Unified Parkinson´s Disease Rating Scale (UPDRS), Mini Exame do Estado Mental (MEEM), Avaliação Cognitiva Montreal (MoCA), Teste de fluência verbal categórico e atividades para avaliação de duplas tarefas. Para análise estatística foi utilizado o programa SPSS 20.0 e o nível de significância adotado foi de 5%. Houve diferença estatisticamente significante no domínio motor (P=0,03) e na pontuação total da escala UPDRS (P=0,03), na avaliação do tempo e repetições das duplas tarefas e na Avaliação Cognitiva Montreal (P=0,03). Conclui-se que o programa fisioterapêutico proposto foi efetivo para a melhora dos sintomas motores e cognitivos do no grupo estudado.

Palavras-chave


Doença de Parkinson; Cognição; Função Executiva; Modalidades de Fisioterapia

Texto completo:

PDF


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1983-1870 Impressa
ISSN 2176-9206 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.