Aspectos da Qualidade de Vida de Pessoas com Lesão Medular no Brasil: Uma Revisão Integrativa

Lívia Andreza de Macêdo Bezerra Alcântara, Marilda Aparecida do Nascimento Souza, Rogério José de Almeida

Resumo


Lesão medular é uma agressão à medula espinhal que pode resultar em alterações da função motora, sensitiva e autonômica. É responsável por uma parte importante das deficiências físicas, onde os indivíduos são obrigados a viver em desvantagem na sociedade por conta das barreiras físicas e sociais existentes, comprometendo a qualidade de vida. Este artigo tem como objetivo caracterizar a avaliação da qualidade de vida e seus diversos aspectos nas pessoas com lesão medular no Brasil. Foram pesquisados os seguintes descritores para esta revisão integrativa: Brasil, qualidade de vida e lesão medular. Foram selecionados 12 artigos, sendo 8 estudos quantitativos e 4 qualitativos, após sua leitura na integra foi realizado a análise dos dados. Foram encontrados de forma unânime nos estudos que a qualidade de vida das pessoas com lesão medular não é satisfatória e isso está diretamente ligado a fatores externos como recursos ambientais e variáveis psicossociais.

Palavras-chave


Lesão medular; Qualidade de vida; Revisão integrativa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9206.2015v8n3p569-575

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.