Lesões em Atletas de Montaria em Touro e Prevenção por Meio de Preparo Físico

Dora Castro Agulhon Segura, Jéssica da Silva Sena

Resumo


A montaria em touro é um esporte equestre com elevado risco de lesão, o que torna imprescindível o preparo físico como forma de prevenção mesmo diante da obrigatoriedade dos equipamentos de segurança. Desta forma, o objetivo deste estudo foi analisar quais são as lesões mais comuns nos atletas de montaria em touro e informar sobre os benefícios do preparo físico como meio de prevenção. Para tanto, foram selecionados 44 atletas do gênero masculino participantes da competição de montaria em touro na 30ª Festa do Peão de Boiadeiro da cidade de Ouro Verde - Paraná, os quais responderam um questionário sobre a importância do preparo físico e o índice de lesões ocorridas durante as competições. Os resultados indicaram que a maioria das lesões (53,33%) ocorreu durante o tempo em que o atleta permaneceu sobre o animal. Nessa posição, a lesão mais referida pelos atletas (13,33%) foi a distensão muscular em região de braço. Já a lesão com maior incidência no momento do desmonte do animal foi a luxação no ombro (10,47%), capaz de deixar o atleta afastado das competições por um período significativo. Referiu-se que preparo físico com acompanhamento profissional influencia de forma significativa no rendimento dos atletas, reduzindo o risco de lesões e, consequentemente, o tempo fora de competições, sendo que os atletas que não possuem acompanhamento profissional durante o preparo físico demonstraram ter 33% a mais de chances de apresentarem algum tipo de lesão.

Palavras-chave


Atletas; Fisioterapia; Lesões; Prevenção.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9206.2016v9n1p43-51

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.