DISLIPIDEMIA EM PACIENTES COM DIABETES TIPO 2

Vilma Souza do Nascimento Barbosa, Leuciney Santana Gomes, Danielly Cristina Andrade Palma

Resumo


O objetivo do estudo foi analisar a presença de dislipidemias em diabéticos tipo 2 atendidos pelas Unidades Básicas de Saúde do município de Coxim-MS. Estudo transversal observacional com abordagem quantitativa, composto por pacientes diabéticos tipo 2 cadastrados no programa Hiperdia, maiores de 18 anos, ambos os sexos, e que realizaram durante o ano de 2014 ao menos um exame de colesterol total, triglicerídeo e glicemia em jejum. Os resultados demonstram que 53,4% dos indivíduos tinham associações entre diabetes e dislipidemias reforçando que Diabetes Mellitus influi no metabolismo de lipídeos corroborando para aparecimento da dislipidemia e que o estilo de vida, sedentarismo e fatores sociodemográficos influem diretamente nesses resultados. Diante dos achados desse estudo vale ressaltar a importância em conhecer e planejar ações voltadas para promoção e prevenção desses agravos.

Palavras-chave


Dislipidemia; Hiperglicemia; Doenças cardiovasculares.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA et al. Dislipidemias e Diabetes Mellitus: fisiopatologia e tratamento. Rev. Ciênc.Méd. v.16, n. 4-6, Campinas, 2007.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde. Vigitel Brasil 2016: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico: estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2016. Brasília: Ministério da Saúde, 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença Brasília: Ministério da Saúde, 2014. 162p. (Cadernos de Atenção Básica, n. 35). Disponível em: . Acesso em: 18 out 2015.

CAROLINO et al. Fatores de risco em pacientes com Diabetes Mellitus tipo 2. Rev. Latino Am Enfermagem. v. 16, n. 2, Maio-Abril, 2008.

CDC – Centro de Diabetes Curitiba. 2014. Diabetes no paciente idoso. Disponível em: . Acesso em: 25 nov. 2017.

CORRÊA H. FERMANDA. Diabetes Mellitus tipo 2 na criança e no adolescente. Adolescência & Saúde, v.01, n.2, jun. 2004.

Milech, Adolfo et al. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes (2015-2016). São Paulo: A.C. Farmacêutica, 2016.

FALUD, A. A. et al. Atualização da diretriz brasileira de dislipidemias e prevenção da aterosclerose – 2017. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 109, n. 2 (supl. 1), 2017.

GABBAY, M., CESARINI, R. P.; DIB, A. S. Diabetes Mellitus do tipo 2 na infância e adolescência: revisão da literatura. Jornal de Pediatria, v. 79, n. 3, 2003.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades. Disponível em:. Acesso em: 25 nov. 2017.

INTERNATIONAL DIABETES FEDERATION. Disponível em: . Acesso em: 5 mar. 2015.

MENEZES et al. Diabetes Mellitus e fatores associados em idosos residentes em Campina Grande, Paraíba. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol., v. 17, n. 4, 2014.

MORAES A. S.; CHECCHIO V. M.; FREITAS M. C. I. Dislipidemia e fatores associados em adultos residentes em Ribeirão Preto, SP. Resultados do Projeto EPIDCV. Arq Bras Endocrinol Metab. v. 57, n. 9, 2013.

OPAS – Organização Pan-Americana de Saúde. Doenças cardiovasculares. 2016. Disponível em: . Acesso em: 27 nov. 2017.

PEREIRA, R. A relação entre dislipidemias e Diabetes Mellitus tipo 2. Cadernos UniFOA, v. 17, dez. 2011.

PINHO, L. et al. Hipertensão e dislipidemias em pacientes Diabetes Mellitus tipo2: uma revisão integrativa. Renome: Revista Norte Mineira de Enfermagem. v. 4, n. 1, 2015.

PNS – Pesquisa Nacional de Saúde 2013. Percepção do estado de saúde, estilo de vida e doenças crônicas: Brasil, Grandes regiões e unidades da federação. Disponível em: . Acesso em: 25 nov. 2017.

SBD – Sociedade Brasileira de diabetes. Diabetes tipo 2. Disponível em: . Acesso em: 25 nov. 2017.

SCHOFIELD, J. D. et al. Diabetes Dyslipidemia. Diabetes Ther. v. 7, p. 203-219, 2016.

VIEGAS, K. Prevalência de Diabete Mellitus na população de idosos de Porto Alegre e suas características sociodemográficas e de saúde. 2009. 197f. Tese (Doutorado em Gerontologia Biomédica) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/1983-1870.2017v10n3p579-585

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1983-1870 Impressa
ISSN 2176-9206 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.