AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE DEPENDÊNCIA FUNCIONAL DO IDOSO COM LIMITAÇÃO

Jocelma Silva Borges, Rodrigo Leite Rangel, Tamires Bezerra Lima Almeida, Arianna Oliveira Santana Lopes, Alessandra Souza de Oliveira, Renato Novaes Chaves, Luciana Araújo dos Reis

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o nível de dependência funcional dos idosos com base nas Atividades Básicas da Vida Diária (ABVD) e das Atividades Instrumentais da Vida Diária (AIVD), e investigar o perfil dos idosos e seus cuidadores familiares quanto às características sociodemográficas, econômicas e de saúde. Estudo quantitativo, descritivo e transversal. Realizado na cidade de Vitória de Conquista (BA), com 37 idosos cadastrados no Programa de Atendimento Municipal Domiciliar ao Idoso com Limitação. A coleta dos dados usou o índice de Katz, a escala de Lawton-Brody e um questionário semiestruturado. Predomínio de idosos longevos (51,4%), do gênero feminino (75,7%), e com Hipertensão Arterial (40,5%). Têm dependência moderada (32,4%) para as ABVD, e dependência parcial nas AIVD (81,1%). É razoável afirmar que este resultado apresenta um cenário que se configura em um perfil de vulnerabilidade dos idosos estudados.

Palavras-chave


Tecnologia da Informação; Participação da Comunidade; Promoção da Saúde.

Texto completo:

PDF

Referências


Organização Mundial de Saúde - OMS. Resumo: Relatório Mundial de Envelhecimento e Saúde. 2015. Disponível em: https://sbgg.org.br/wp-content/uploads/2015/10/OMS-ENVELHECIMENTO-2015-port.pdf.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Sinopse do Senso Demográfico de 2010. Rio de Janeiro, 2011.

Ávila AH, Guerra M, Menezes, MPR. Se o velho é o outro, quem sou eu? A construção da auto-imagem na velhice. Pensamento Psicológico. 2007;3 (8):7-18. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/801/80130802.pdf

Torres GV, Reis LA, Reis LA. Assessment of functional capacity in elderly residents of outlying area in the hinterland of Bahia/Northeast Brazil. Arquivos de Neuro-Psiquiatria. 2010; 68(1):39- 43. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2010000100009

Rocha JP, Oliveira GG, Jorge LB, Rodrigues FR, Morsch P, Bós AJG. Relação entre funcionalidade e autopercepção de saúde entre idosos jovens e longevos brasileiros. Revista Saúde e Pesquisa. 2017;10(2):283-91. Disponível em: http://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/saudpesq/article/view/5789

Ferreira OGL, Maciel SC, Costa SMG, Silva AO, Moreira MASP. Envelhecimento ativo e sua relação com a independência funcional. Texto Contexto Enferm. 2012; 21(3):513-8. Disponível em: https://www.ufrgs.br/gpat/wp-content/uploads/2013/03/2-ENVELHECIMENTO-ATIVO-E-SUA-RELA%C3%87%C3%83O-COM-A-INDEPEND%C3%8ANCIA.pdf

Pelegrin AKAP, Araújo JA, Costa LC, Cyrillo RMZ, Rosset I. Idosos de uma instituição de longa permanência de Ribeirão Preto: níveis de funcional. Arquivos de Ciências da Saúde. 2008; 15(4):182-8. Disponível em: http://repositorio-racs.famerp.br/racs_ol/vol-15-4/IDB%20297.pdf

Ricci NA, Kubota MT, Cordeiro RC. Concordância de observações sobre a capacidade funcional de idosos em assistência domiciliar. Rev Saude Publica. 2005;39(4):655-62. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v39n4/25540

Ramos LR. Fatores determinantes do envelhecimento saudável em idosos residentes em centro urbano: Projeto Epidoso, São Paulo. Cadernos de Saúde Pública. 2003;19(3):793-7. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-311X2003000300011&script=sci_abstract&tlng=pt

Apóstolo JLA. Instrumentos para Avaliação em Geriatria (Geriatric Instruments). Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. Disponível em: https://web.esenfc.pt/v02/include/download.php?id_ficheiro=20538&codigo=688697509

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de atenção à saúde. Portaria nº 491, de 23 de setembro de 2010. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/sas/2010/prt0491_23_09_2010.html.

Chaves RN, Lima PV, Valença TDC, Santana ES, Marinho MS, Reis LA. Perda cognitiva e dependência funcional em idosos longevos residentes em instituições de longa permanência. Cogitare Enferm. 2017;22(1):1-9, 2017. Disponível: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/48497

Borges AM, Santos G, Kummer JA, Fior L, Molin VD, Wibelinge LM. Autopercepção de saúde em idosos residentes em um município do interior do Rio Grande do Sul. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2014;17(1):79-86. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v17n1/1809-9823-rbgg-17-01-00079.pdf

Reis LA, Reis LA, Torres GVT. Impacto das variáveis sociodemográficas e de saúde na capacidade funcional de idosos de baixa renda. Ciênc. cuid. Saúde. 2015;14(1):847-54. Disponível em: http://bases.bireme.br/cgibin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=BDENF〈=p&nextAction=lnk&exprSearch=29584&indexSearch=ID

Antúnez SF, Lima NP, Bierhals IO, Gomes AP, Vieira LS, Tomasi E. Incapacidade funcional para atividades básicas e instrumentais da vida diária: um estudo de base populacional com idosos de Pelotas, Rio Grande do Sul, 2014. Epidemiologia e Serviços de Saúde. 2018; 27. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/ssm/content/raw/?resource_ssm_path=/media/assets/ress/v27n2/2237-9622-ress-27-02-e2017290.pdf

Abreu SSS, Oliveira AG, Macedo MASS, Duarte SFP, Reis LA, Lima PV. Prevalência de Doenças Crônicas não Transmissíveis em Idosos de uma Cidade do Interior da Bahia. Id on Line Revista Multidisciplinar e de Psicologia. 2017;11(38):652-62. Disponível em: https://idonline.emnuvens.com.br/id/article/view/963/1367

Meira EC, Souza AS, Andrade CC, Aguiar DS, Reis LA. Condições de saúde e doença vivenciadas por idosos doentes e/ou fragilizados em processo de cuidado. InterScientia. 2013;1(1):111-23. Disponível em: https://periodicos.unipe.br/index.php/interscientia/article/view/28/25

Santana ES, Chaves RN, Lima PV, Valença TDC, Reis LA. Percepção de idosos com dependência funcional no interior da Bahia: limites do envelhecer. Revista UNIABEU. 2017;10(24). Disponível em: http://revista.uniabeu.edu.br/index.php/RU/article/viewFile/2529/pdf

Almeida P, Mendonça MAM, Marinho MS, Santos LS, Andrade SMB, Reis LA. Funcionalidade e fatores associados em idosos participantes de grupo de convivência. Journal of the brazilian society for adapted motor activity. 2017;18(1). Disponível em: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/sobama/article/view/7274

Lima FFO, Ferreira JB, Reis LA, Santos KT, Lima LS, Morais KCS. Perfil Sociodemográfico e nível de dependência funcional de idosos com risco de quedas. Id on Line Revista multidisciplinar e de Psicologia. 2017;12(39):164-78. Disponível em: https://idonline.emnuvens.com.br/id/article/view/985

Barbosa BR, Almeida JM, Barbosa MR, Rossi-Barbosa LAR. Avaliação da capacidade funcional dos idosos e fatores associados à incapacidade. Ciência & Saúde Coletiva. 2014;19(8):3317-25. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232014000803317&script=sci_abstract&tlng=pt




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9206.2019v12n1p169-175

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.