EFEITO DA KINESIO TAPING NO DESEMPENHO DO SALTO HORIZONTAL E VERTICAL EM ATLETAS RECREACIONAIS DE VOLEIBOL

Lucas Meireles Matos, Giulia Calandrini Pestana de Azevedo, Janine Brasil de Araújo Moraes, Ana Julia Cunha Brito, Biatriz Araújo Cardoso, George Alberto da Silva Dias

Resumo


O objetivo deste trabalho concentra-se em avaliar os efeitos da Kinesio Taping na potência dos membros inferiores após 24, 48 e 72 horas de aplicação da bandagem, bem como 24 horas após a sua retirada. Trata-se de estudo experimental, com 40 atletas, divididos em grupo placebo (GP) e grupo Kinesio Taping (GKT). Foram avaliados o Single-Leg Hop Test, salto em distância e o teste de impulsão vertical, durante cinco dias consecutivos. Utilizou-se os testes ANOVA, t Student e Mann-Whitney (p ≤ 0,05). No grupo GKT não houve aumento da potência dos membros inferiores ao longo dos dias de uso do KT. Porém, quando comparado ao GP, mostrou-se superior para os três saltos. No Single-Leg Hop Test houve melhora após 72 horas de aplicação e 24 horas após a retirada do KT. Para o salto em distância houve melhora durante 24, 48 e 72 horas após a aplicação do KT e 24 horas após a sua retirada. E o teste de impulsão vertical apenas melhorou após 24, 48 e 72 horas de aplicação do KT. Assim, o KT não mostrou melhora da potência durante os dias, porém apresentou superioridade quando comparado ao GP.

Palavras-chave


Fita Atlética; Força Muscular; Voleibol

Texto completo:

PDF

Referências


Lopes PBL, Pereira Junior PP. A importância da tecnologia e da análise de jogo no voleibol. Revista de trabalhos acadêmicos. 2015(1):1-4.

Carvalho AC. Estudo Comparativo do Salto Vertical entre Desportistas especializados em Saltos e Não – Desportistas, de ambos os gêneros. [monografia]. Porto: Faculdade de Desporto da Universidade do Porto; 2008. 70 p.

Moura NA, Moura TFP, Borin JP. Buscando relações entre velocidade de abordagem e desempenho em saltos horizontais: estudo a partir de atletas de elite do troféu Brasil de atletismo 2003. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. 2005;13(2):7-15.

Ferreira IC. A Importância do trabalho de impulsão vertical em voleibolistas como diferencial dos atletas de alto nível. [trabalho de conclusão de curso]. Formiga: Centro Universitário de Formiga – UNIFOR; 2013. 18 p.

Felicissimo CT, Dantas JL, Moura ML, Moraes AC. Respostas neuromusculares dos membros inferiores durante o protocolo intermitente de saltos verticais em voleibolistas. Motriz: Revista de Educação Física. 2012;18(1):153-164

Marchetti PH, Freitas FS. Efeitos do Kinesio Taping no desempenho de força e na atividade muscular: uma breve revisão. Rev CPAQV. 2016;8(1):1-21.

Lumbroso D, Ziv E, Vered E, Kalichman L. The effect of kinesio tape application on hamstring and gastrocnemious muscles in healthy young adults. J Bodywork and Movement Therapies. 2013;18(1):130-138.

Lemos TV, Albino AC, Matheus JP, Barbosa Ade M. The effect of kinesio taping in foward bending of the lumbar spine. J Phys Ther Sci. 2014;26(9):1371-1375.

Araújo GJS, Rodrigo AS, Cavalcante MLC, Moraes MRB. A aplicabilidade do recurso Kinesio Taping® nas lesões desportivas: uma revisão de literatura. Revista Pesquisa em Fisioterapia. 2014;4(3):189-196.

Lemos TV, Pereira KC, Protássio CC, Lucas LB, Matheus JPC. The effect of Kinesio Taping on handgrip strength. J Phys Ther Sci. 2015;27(3):567-570.

Kase K, Lemos TV, Dias EM. Kinesio Taping® introdução ao método e aplicações musculares. 2ed. São Paulo: Andreoli; 2013.

Martins RC. Análise das variáveis dinâmicas dos saltos verticais. [monografia]. Belo Horizonte: Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional – Universidade Federal de Minas Gerais; 2009. 26 p.

Sawle L, Freeman J, Marsden J. Intra-rater reliability of the multiple single leg hop-stabilization test and relathionships with age, leg dominance and training. Int J Sports Phys Ther. 2017;12(2):190-198.

Micha DN, Ferreira M. Física no Esporte – parte 1: saltos em esportes coletivos. Uma motivação para o estudo da mecânica através da análise dos movimentos do corpo humano a partir do conceito de centro de massa. Revista Brasileira de Ensino de Física. 2013;35(3):1-9.

Gomes MM, Pereira G, Freitas PB, Barela JA. Características cinemáticas e cinéticas do salto vertical: comparação entre jogadores de futebol e basquetebol. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum. 2009;11(4):392-399.

Furtado GS, Melo RRO, Garcia MAC. Desempenho de atletas de voleibol do sexo feminino em saltos verticais. Arquivos em Movimento. 2006;2(2):3-18.

Morris D, Jones D, Ryan H, Ryan CG. The clinical effects of Kinesio®Tex Taping: a systematic review. Physiother Theory Pract. 2013;29(4):259-270.

Artioli DP, Bertolini GRF. Kinesio Taping: aplicação e seus resultados sobre a dor: revisão sistemática. Fisioterapia e Pesquisa. 2014;21(1):94-99.

González-Iglesias J, Fernández-de-Las-Peñas C, Cleland JÁ, Del Rosario Gutiérrez-Veja M. Short-term effects of cervical kinesio taping on pain and cervical range of motion in patients with acute whiplash injury: a rondomized clinical Trial. J Orthop Sports Phys Ther. 2009;39(7):515-521.

Williams S, Whatman C, Hume PA, Sheerin K. Kinesio Taping in treatment and prevention of sports injuries: a meta-analysis of the evidence for its effectiveness. Sports Med. 2012;42(2):152-164.

Huang CY, Hsieh TH, Lu SC, Su FC. Effect of Kinesio tape to muscle activity and vertical jump performance in healthy inactive people. Biomed Eng Online. 2011;10:70.

Nakajima MA, Baldridge C. The effect of Kinesio® Tape on vertical jump and dynamic postural control. Int J Sports Phys Ther. 2013;8(4):393-406.

Menzel HJ, Campos CE. Análise do squat jump e countermovement jump através de testes motores e biomecânicos. In: Silami-Garcia E, Lemos KL, Greco PJ (org). Temas Atuais em Educação Física e Esportes IV. Belo Horizonte: Health, 1999, 57-68.

Zanchet MA, Del Vecchio FB. Efeito da Kinesio taping sobre força máxima e resistência de força em padelistas. Fisioter Mov. 2013;26(01):115-121.

Csapo R, Alegre LM. Effects of Kinesio®Taping on skeletal muscle strength - A meta - analysis of current evidence. J Sci Med Sport. 2015;18(4):450-456.

Silva JRF. Influências da KinesioTaping no desempenho do Salto em Distância, em Indivíduos sadios jovens [monografia]. Brasília: Universidade de Brasília; 2014. 37 p.

Firth BL, Dingley P, Davies ER, Lewis JS, Alexander CM. The effect of kinesiotape on function, pain, and motoneuronal excitability in healthy people and people with Achilles tendinopathy. Clin J Sport Med. 2010;20(6):416-421.

Slupik A, Dwornik M, Bialoszewski D, Zych E. Effect of Kinesio Taping on bioelectrical activity of vastus medialis muscle. Preliminary report. Ortop Traumatol Rehabil. 2007;9(6):644-651.

Duarte F, Alca DV, Gesser ES, Krebs FG, Rempel C. Avaliação da potência muscular de membros inferiores após realização de protocolo de treinamento neuromuscular e de força muscular. ConScientiae Saúde. 2009;8(3):405-413.

Magalhães IEJ. Influência do uso da Kinesiotaping nas respostas funcionais e eletrofisiológicas em homens fisicamente ativos [dissertação]. Brasilia: Universidade de Brasília; 2015. 134 p.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9206.2019v12n1p9-18

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.