Imagem Corporal: Cirurgia Bariátrica

Vanessa Taís Nozaki, Natália Morro Rossi

Resumo


Atualmente, há forte tendência sociocultural em considerar a magreza como situação ideal de aceitação, autocontrole e competência, entretanto cresce o número de indivíduos obesos e obesos mórbidos em todo o mundo. Dentre os tratamentos desta patologia a cirurgia bariátrica tem se mostrado uma técnica de grande auxílio na condução clínica de alguns casos de obesidade. O objetivo do trabalho foi avaliar o grau de satisfação com a imagem corporal de indivíduos que se submeteram a esta intervenção há mais de um ano e meio. A população do estudo foi constituída por 15 mulheres e 15 homens de idade entre 20 a 59 anos e 11 meses. Para a avaliação do estado nutricional foi utilizado o Índice de Massa Corporal (IMC) relatado. A percepção da imagem corporal foi obtida por autoavaliação, através da escala de silhuetas corporais. Para a análise de satisfação corporal foi aplicado o Body Shape Questionnaire. Os resultados da pesquisa revelaram que tanto homens quanto mulheres estão satisfeitos com sua imagem corporal e que há pequena evolução em ganho de peso de acordo com o tempo de operado, no grupo feminino, o que confirma a necessidade de acompanhamento multidisciplinar no pós-cirúrgico, envolvendo médico, psicólogo, nutricionista e educador físico, a fim de promover melhora e manutenção do resultado da cirurgia.

Palavras-chave


Imagem Corporal; Cirurgia Bariátrica; Obesidade.

Texto completo:

Artigo_Pdf

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.