Comentários do leitor

Novato Na Estante #2

por João Rafael Pires (2018-05-17)


A biblioteca infantil disponibiliza obras infantis e juvenis, gibis, revistas, em um ambiente alegre e acolhedor. Guilherme Mattje é analista de sistemas por profissão e um apaixonado por miniaturas desde sempre. Idealizador e autor do blog sobre miniaturas mini Ás, também faz parte do time ColeçãoVirtual. Enquanto toma café e escreve seus artigos, gosta de contribuir para facilitar a vida dos colecionadores.

estantesCriada em 2005 pelo empresário carioca André Garcia, a Estante Virtual inovou ao se apresentar no mercado como um portal de venda de livros novos, seminovos e usados - incluídos os raros e esgotados -, conectando de forma inédita sebos, livreiros e leitores de todas as regiões do País.

No Brasil, as histórias em quadrinho surgiram em meados do século XIX, mas apenas se popularizou com lançamento de clássicos como A Turma da Mônica", Menino Maluquinho", A Turma do Pererê" e Tico-Tico", que é considerada a primeira revista em quadrinho lançada no Brasil, em 11 de outubro de 1905.

Houve tempos no qual coleção era coisa dos extremos da vida: ou matéria de crianças com seus bonés, álbuns de figurinhas e bolinhas de gude; ou distração de aposentados atrás de relíquias como moedas antigas e, ápice dos ápices, selos, muitos selos. Desde há muito tempo eu tinha desejo de comprar uma cristaleira. Ao pesar as questões levantadas acima sobre segurança, proteção e extensão das coleções eu logo decidi por essa opção. Eu vinha expondo as peças em uma estante aberta que logo se mostrou inadequada devido ao grande acúmulo de poeira sobre as figuras. Isso fez com que eu as guardasse e partisse à procura de uma cristaleira. Após rodar várias lojas em São Paulo (capital) pude perceber que os preços variavam grandemente e não eram tão atrativos. Depois de muito procurar decidi por um modelo que agregasse preço, estilo e proteção. Alguns critérios eram imprescindíveis para mim, dentre eles a possibilidade de se enxergar as peças de vários ângulos, ou seja, seria necessário a presença de vidros anteriores, laterais e se possível posteriores. Percebi, no entanto que a presença de "vidro" encarecia grandemente a cristaleira. Sendo assim tive que ajustar esse meu desejo ao preço.

Acredito ser completamente irrelevante discutir se histórias em quadrinhos são ou não literatura. Além de servirem, em muitos casos, como porta de entrada para gosto pela leitura em crianças e adolescentes, há uma evidente evolução de técnicas, temáticas e abordagens que não pode ser ignorada. Há Graphic Novels que são infinitamente melhores que algumas dezenas de aclamados best-sellers.

Essa semana eu tava afim de mudar a organização da minha prateleira e fiquei super em dúvida de qual opção escolher. Pensando nisso eu decidi compartilhar as opções com vocês e deixar como dica para quem também está nessa fase de organização da estante.

Talvez a forma mais clássica de se guardar quadrinhos seja nos famosos saquinhos. Os ideais são os de Polipropileno, que apesar do nome esquisito, são bem fáceis de se encontrar hoje em dia. Esses saquinhos podem ser comprados em lojas especializadas, ou até no Mercado Livre. Eles existem em diversos formatos. Então você já pode comprar exatamente os que você precisa.

Carlo Carrenho é fundador e CEO do PublishNews. Formado em Economia pela FEA-USP, especializou-se em Edição de Livros e Revistas no Radcliffe Publishing Course, em Cambridge (EUA). Atualmente é advisor da Bookwire , Meta Brasil e da BR75 Como especialista no mercado de livros, já foi convidado para dar palestras e participar de mesas em países como EUA, Alemanha, China, África do Sul, Inglaterra e Emirados Árabes, entre outros.

problema deste caso e que jogos raros podem ser muitas vezes jogos bons ou ruins e acreditem normalmente a quantidade de jogos ruins prevalece, coisas nojentas tipo Cheetahmen, ou seja um colecionador caçador de tesouros deve ter em mente que sua coleção e feita de raros sendo lixos industriais ou não.

Terça-feira e já estamos no quarto dia daquele que é um dos melhores meses do nosso mercado com tantas obras finalmente chegando para nós. Livro muito bem conservado, com ilustrações colorida, sem grifos ou rasuras. 264 páginas cód. p14 Obs: as capas são geradas automaticamente pelo site da Estante. Desta forma algumas capas podem ser diferentes da capa do livro que está no Sebo. Se desejar solicite fotos ou perguntas.

estantesEu uso esses saquinhos que dá pra abrir e fechar. Fica um efeito bacana na estante para carrinhos hot wheels até e é bem prático. Nessa prateleira da estante , metade são os 140 gibis do Zé Carioca e a outra metade são os gibis do Pato Donald que devem estar beirando por aí também.

Muitas vezes, leitores-colecionadores são pegos entre a razão e completo desvario (e nem sempre lado certo vence essa briga). Até hoje me debato com seguinte dilema: muito provavelmente, nunca lerei Vida e Proezas de Alexis Zorbas, de Nikas Kazantzakis, porque nem a história nem autor me interessam muito. Ainda assim, muitas vezes fiquei ponderando comprar exemplar da Tag Livros apenas porque ele é volume número 1 da coleção que está sendo formada desde início deste ano com as obras exclusivas para assinantes do clube (ainda não cedi à tentação e aguardo comentários entusiasmados de vocês dizendo que, na verdade, irracional é não ter primeiro livro de uma coleção).