Comentários do leitor

Elevador Residencial ✦ Plataforma De Acessibilidade

por Isadora Dias (2018-05-28)


elevadores residenciaisQuando pesquisador procura saber sobre a percepção que indivíduo tem do ambiente, ele está se referindo a percepção ambiental que é a apreensão da realidade externa, ponto de vista que indivíduo tem de seu entorno e vínculo que ele estabelece. Conhecendo a percepção do indivíduo é possível produzir espaços que promovam satisfação e bem estar e até fazer intervenções bem sucedidas. São utilizados alguns instrumentos como, um conjunto de fotografias que simulam os espaços que se quer avaliar e um de adjetivos (diferencial semântico), a fim de verificar, principalmente, emoções que a imagem desperta (CAVALCANTE e MACIEL, 2008).

Todos os dias de manhã para ira pro trabalho a Kátia pega dois ônibus e para voltar outros dois. E não é difícil ela esperar até por mais de meia hora até que apareça um ônibus com elevador residencial, com a plataforma que eleve a cadeira de rodas. Um deles, por exemplo, era ônibus que ela deveria pegar. Mais um que passa sem ter chamado elevador para as pessoas com deficiência.

Atuando em conformidade às normas nacionais e internacionais, a Pozzani Elevadores concede a plataforma elevatória para deficientes não somente com um design que valoriza a estética do ambiente, como também, com a eficiência necessária para viabilizar bem-estar aos seus usuários.

Finalmente, inciso IV diz que condômino deve dar às suas partes a mesma destinação que tem a edificação, e não as utilizar de maneira prejudicial ao sossego, salubridade e segurança dos possuidores, ou aos bons costumes". A última das obrigações negativas impede uso do condomínio de maneira diversa da estabelecida na convenção, seja ele residencial, não residencial, ou misto. Dessa maneira, se for residencial, não será permitida a existência de escritórios, lojas.

que se pode dizer com certeza é que é um interessante recurso que acrescenta comodidade a uma casa e pode ajudar a ampliar a independência de alguns de seus moradores. A exemplo de pessoas idosas ou com alguma deficiência física, para estes, tal recurso é indispensável para proporcionar maior acessibilidade aos demais andares da residência.

ITER DOMUS é a linha da Alfabra EXCLUSIVAMENTE de elevadores residenciais. Muitos profissionais de arquitetura e decoração acreditam que uso de elevadores residenciais pode ser um atrativo a mais na proposta de interiores, como mostrado pelas tendências das últimas edições de eventos e feiras da área. As inúmeras opções de acabamento e personalização disponíveis atualmente no mercado permitem propostas criativas e inovadoras, harmonizando equipamento ao ambiente.

Elevadores inoperantes, banheiro acessível trancado, orientação tátil para cegos incompleta, desconhecimento para dar informação a uma pessoa surda e muitas, muitas calçadas sem condições de dar mobilidade e segurança para quem se desloca em cadeira de rodas na maior cidade do país, São Paulo. Os elevadores de baixo custo ocupam um espaço mínimo dentro da residência, já que a cabine pode ficar estacionada em qualquer andar, possibilitando a livre circulação de pessoas e de objetos nos pavimentos. A abertura do piso é fechada de forma automática por meio de uma tampa móvel especial (alçapão), que tem capacidade para suportar trânsito de pessoas com um peso total de 200 kg.

elevadores residenciaisProjetado para oferecer mais conforto e segurança aos moradores de casas e apartamento com dois ou mais pavimentos. Adequa-se facilmente ao seu projeto arquitetônico e valoriza seu imóvel. De fácil instalação, é um equipamento que pode ser instalado em qualquer fase durante a execução do seu projeto. Comparado ao Elevador de Passageiros, apresenta apenas reduções em relação ao tamanho da cabine, capacidade de carga e velocidade.

Os elevadores residenciais da Interface são ideais para quem deseja melhor custo benefício do mercado para promover acesso a coberturas, prédios residenciais, prédios públicos e até mesmo residências. Quando André estava no terminal antigo, na tentativa de encontrar um ônibus executivo adaptado, chegou Gilberto da Silva, de 54 anos. Cadeirante há 17, disse que sofre muito para pegar um ônibus em Florianópolis. E neste sentido, morre de saudades de sua terra Natal, Curitiba, que segundo ele, é exemplo em acessibilidade no transporte público.

Muitos estudos estão sendo realizados, mas aqui no Brasil, ainda muitos são teóricos, sugestivos e não-aplicados. No site do Laboratório de Psicologia da UnB, existe um banco de dados de pesquisas realizadas por estudantes e aplicadas no campus da Universidade. Muitos demandam de tempo e disposição na escolha dos instrumentos para coleta de dados e a análise requer habilidade metodológica. Por ser a Psicologia Ambiental uma disciplina emergente, faz-se necessário investimento em pesquisas para adquirir subsídios suficientes para aplicação de técnicas e instrumentos, visto que a atuação do profissional pode ser feita de maneira variada e em uma infinidade de ambientes.